Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 ONU condena violência em inauguração da embaixada dos EUA em Jerusalém - Jornal Brasil em Folhas
ONU condena violência em inauguração da embaixada dos EUA em Jerusalém


O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, condenou hoje (14) a escalada de violência na região de Gaza e no denominado Território Palestino Ocupado. A ONU instou o governo de Israel a declarar um cessar-fogo imediato na região e garantir o atendimento médico às vítimas.

Para Guterres, a solução para o fim da escalada de violência é política. “O secretário-geral reitera que não há alternativa viável à solução dos dois Estados, com a Palestina e Israel vivendo lado a lado em paz, cada um com sua capital em Jerusalém ”, disse porta-voz adjunto da ONU, Farhan Haq.

A onda de violência começou com a inauguração da embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém – cidade considerada sagrada por cristãos, judeus e muçulmanos e alvo de disputa entre palestinos e israelenses.

“As forças de segurança de Israel devem exercer a máxima contenção no uso de fogo vivo. O Hamas e os líderes das manifestações têm a responsabilidade de impedir todas as ações violentas e provocações ”, informou o porta-voz adjunto da ONU.

No comunicado, Farhan Haq acrescentou que: “O secretário-geral está profundamente alarmado com a forte escalada da violência no Território Palestino Ocupado e com o elevado número de palestinos mortos e feridos nos protestos em Gaza.

Pelos dados divulgados na imprensa, os protestos de hoje provocaram mais de 50 mortos e cerca de 2 mil feridos. O comunicado alerta que foi o “maior número de mortos palestinos” em um só dia.

O Comitê da ONU para o Exercício dos Direitos reiterou que o povo palestino não reconhece a a cidade de Jerusalém é território israelense. O Comitê considera que o status de Jerusalém deve ser resolvido por meio de negociações que levem em conta as preocupações políticas e religiosas de distintas ordem.

Edição: Amanda Cieglinski

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212