Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Dados do ISP apontam diminuição de roubos no Rio em abril - Jornal Brasil em Folhas
Dados do ISP apontam diminuição de roubos no Rio em abril


Em abril, pela primeira vez no ano, houve diminuição no roubo de veículos no estado do Rio de Janeiro. Foram 4.657 casos no mês, contra 4.891 em abril de 2017, uma redução de 4,8%. Na comparação com março de 2018, a queda foi de 13,08%, num total de 701 ocorrências a menos. Os dados foram divulgados hoje (17) pelo Instituto de Segurança Pública (ISP).

A área que integra Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis e Duque de Caxias, todas na Baixada Fluminense, foram as que mais tiveram queda. Por outro lado, Belford Roxo, Tanguá, Itaboraí, Rio Bonito, Silva Jardim e Cachoeiras de Macacu, na região metropolitana, apresentaram aumento no número de roubos de veículos.

Houve queda também no roubo de carga, com 832 registros em abril deste ano, redução de 13,6% na comparação com 2017. Já os roubos de rua, que incluem roubo a transeunte, de aparelho celular e em coletivo, tiveram queda de 12,6%, com 11.057 ocorrências no total. No roubo à residência a redução foi de 18,9%, com 103 em 2018.

Os estupros diminuíram 5,53% na comparação com março de 2018, caindo de 452 casos para 427. Mas houve aumento de 17,63% em relação a abril de 2017, quando foram registrados 363 casos.

Mortes aumentaram

Já os indicadores de letalidade violenta, que englobam homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e homicídio decorrente de oposição à intervenção policial, apresentaram aumento de 9,8%, com um total de 592 vítimas no estado no mês. Foram 53 vítimas a mais na comparação com abril do ano passado, mas houve redução de 44 vítimas em relação a março de 2018.

Na comparação anual, o homicídio doloso teve aumento de 8,9% em relação a abril de 2017, com 475 registros em abril de 2018. O homicídio decorrente de oposição à intervenção policial aumentou 26,3%, com 101 vítimas. O número de latrocínios reduziu, com oito vítimas a menos, sendo 14 no total. E diminuiu também o número de policiais civis e militares mortos em serviço, em abril de 2017 foram sete e um em 2018.

No ano, os homicídios decorrentes de oposição à intervenção policial já somam 464 vítimas, contra 386 no mesmo período do ano passado, um aumento de 20,2%. Os policiais mortos em serviço passaram de 13 de janeiro a abril de 2017 para 12 no mesmo período de 2018.

Edição: Fernando Fraga

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212