Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 AFA é criticada por manual de paquera na Rússia - Jornal Brasil em Folhas
AFA é criticada por manual de paquera na Rússia


A Associação de Futebol Argentina (AFA) causou polêmica ao distribuir um manual, sobre a cultura e a língua russa, que também dá dicas de como conquistar mulheres durante a Copa Mundial de Futebol, em junho, na Rússia. “As mulheres russas, como qualquer outra, prestam muita atenção se você é limpo, se cheira bem e se está bem vestido”, diz o texto, ao explicar que nenhuma delas gosta de ser vista como um “objeto”.

A iniciativa de oferecer um curso de “preparação” para jogadores, técnicos e jornalistas, que viajarão para a Copa na Rússia, foi da Comissão de Responsabilidade Social, Desportiva e Sustentabilidade da AFA. Mas o que causou um escândalo nas redes sociais, foi o capítulo do manual de cultura e idioma: “O que fazer para ter alguma oportunidade com uma garota russa”.

O texto, criticado por ser machista, avisa que as russas não gostam de ser vistas como “objetos” sexuais. E explica: “Muitos homens, só porque as mulheres russas são bonitas, só pensam em levá-las para a cama. Talvez elas também queiram, mas são pessoas que querem sentir-se importantes e únicas”. O conselho é tratar as mulheres “como alguém de valor” e não fazer “perguntas estúpidas sobre sexo”.

O manual da paquera também diz que as mulheres russas não gostam de chatos, nem de pessoas negativas. Mas diz que isso não deve preocupar os estrangeiros, porque a escolha é grande e “existem muitas mulheres bonitas na Rússia”. Ignácio Catullo, um dos jornalistas que assistiu ao curso promovido pela AFA, tirou uma foto do polêmico capítulo, para postá-lo nas redes sociais. A AFA mandou recolher os manuais, que foram depois devolvidos aos alunos, sem as instruções para paquerar.

A AFA, que já vinha sendo criticada pela violência e a corrupção no futebol, agora esta sob fogo por ir na contramão da historia – justamente quando as mulheres, no mundo inteiro, estão protestando contra o assèdio e por salários e condições de trabalho iguais.

Edição: Valéria Aguiar

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212