Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


26 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Mercosul quer iniciar negociações de parceria econômica com o Japão - Jornal Brasil em Folhas
Mercosul quer iniciar negociações de parceria econômica com o Japão


O Mercosul quer iniciar negociações de parceria econômica com o Japão em novembro, segundo afirmou o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira. O chanceler está em viagem a sete países asiáticos desde o dia 7 de maio e a agenda de viagens pela região vai até o dia 25.

Em Tóquio, no Japão, o ministro disse em entrevista à agência de notícias Nikkei Asian Review, nessa sexta-feira (18), que um acordo entre o bloco econômico e o Japão é essencial para a economia regional, com o aumento do protecionismo norte-americano.

Para o ministro, a aliança formada pelo Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai tem uma relação complementar com o Japão. A ideia é iniciar as conversas sobre a parceria com o país asiático na reunião do G-20 (grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo), que será realizada na Argentina, em novembro.

Segundo informações do Ministério das Relações Exteriores, o empresariado dos dois países está entusiasmado com a aproximação econômica por meio do Mercosul.

De acordo com o ministério, desde a adoção do Memorando de Cooperação para a Promoção de Investimentos e Cooperação Econômica no Setor de Infraestrutura, durante visita do presidente Michel Temer a Tóquio em 2016, os investimentos japoneses têm sido ampliados em áreas-chave para o desenvolvimento sustentável brasileiro. Segundo o ministro, o Japão tem contribuído para o aumento da produção agrícola no cerrado e poderá ampliar seus investimentos no Brasil em infraestrutura logística de escoamento.

A primeira etapa da visita aos países asiáticos foi em Singapura, Tailândia, Indonésia e Vietnã, quatro dos dez integrantes da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean). Na segunda etapa, estão Japão, China (Pequim e Xangai) e Coréia do Sul.

Edição: Amanda Cieglinski

 

Últimas Notícias

Temer deixa prédio da Polícia Federal no Rio
Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212