Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Copa com árbitro de vídeo poderá ter mais pênaltis, diz Taffarel - Jornal Brasil em Folhas
Copa com árbitro de vídeo poderá ter mais pênaltis, diz Taffarel


A Copa da Rússia poderá ter mais pênaltis com a participação, pela primeira vez, dos árbitros de vídeo, o que exigirá mais dos goleiros. A conclusão é do preparador de goleiros da seleção brasileira, Cláudio Taffarel. Ele participou de coletiva, na tarde desta terça-feira (22), na Granja Comary, em Teresópolis.

“A gente vê uns lances em que foi pênalti e o juiz não viu, mas com a prova da televisão, provavelmente aconteçam mais pênaltis. Então a gente vai ter que se preparar bastante mesmo. Nós vamos focar muito nesta questão, porque vai ser importante durante a Copa”, disse Taffarel, ao lado do outro preparador de goleiros da seleção, Rogério Maia.

Participação dos goleiros

Rogério frisou que o futebol moderno mudou muito nos últimos anos e atualmente a participação do goleiro não é exclusivamente defender o gol, mas jogar bastante com os pés, armando jogadas e fazendo a ligação rapidamente com os jogadores de meio-campo.

“Com a evolução do futebol mundial, o número de participação do goleiro com os pés é muito elevado, em comparação com décadas anteriores. Antigamente o goleiro tinha de bater um tiro de meta, fazer uma reposição, hoje em dia ele é acionado muito com bolas recuadas, com passes curtos, de média e de longa distância”, disse Rogério.

Titular “iluminado”

Taffarel elogiou bastante o titular Alisson, a quem classificou como “iluminado”, e definiu que o segundo goleiro será mesmo Ederson, mas frisou que a posição poderá mudar, dependendo do condicionamento de Cássio, atualmente o terceiro na posição.

“A definição final é do Tite. O Alisson e o Ederson sempre estavam na lista. Consequentemente, seriam o primeiro e o segundo. O Cássio se juntou a este grupo. Isso não quer dizer que chega aqui como terceiro e não pode ser um primeiro. Tudo depende do trabalho, da continuidade, do que eles vão produzir aqui dentro. É lógico que o Alisson, pela sequência de jogos que fez, pelo trabalho no Roma, acho que ele está entre os melhores goleiros do mundo, vai ter a vantagem de ser considerado o titular, mas depende dele mostrar isso até a nossa estreia na Copa”, disse Taffarel, tetracampeão do mundo em 1994.

Edição: Fábio Massalli

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212