Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


10 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Especialistas destacam avanços, mas temem riscos à biodiversidade - Jornal Brasil em Folhas
Especialistas destacam avanços, mas temem riscos à biodiversidade


O Ministério do Meio Ambiente assina nesta terça-feira (22) acordos de cooperação técnica com instituições nacionais e internacionais para proteção da fauna e flora brasileiras. Os acordos marcam a comemoração dos 25 anos da Convenção sobre Diversidade Biológica e o Dia Internacional da Biodiversidade.

Assinada por 156 países durante a Eco-92, no Rio de Janeiro, a convenção foi o primeiro tratado mundial sobre o uso sustentável, a conservação e repartição da biodiversidade.

A diretora de Conservação de Ecossistemas do Ministério do Meio Ambiente, Ana Paula Prates, destaca alguns dos avanços recentes na implantação da política de biodiversidade: a criação de unidades de conservação, principalmente de grandes áreas marinhas, que foi anunciada em março deste ano, e a designação de novos sítios de zonas úmidas com importância internacional. Ela deu como exemplo a designação do Rio Negro e os manguezais da costa norte do país.

Também hoje a organização não governamental (ONG) WWF lança um estudo que mostra o impacto das mudanças climáticas na biodiversidade. De acordo com André Nahur, da WWF Brasil, o aumento das temperaturas gera expansão dos vetores de doenças como malária, dengue e leishmaniose.

As mudanças climáticas também causam perda de importantes ecossistemas, redução de polinizadores e aumento de espécies invasoras. Tem impactos consideráveis aí no pequi, por exemplo, que é uma espécie de importância socioeconômica também para o norte de Minas, para Goiás. Então, tem algumas pesquisas que mostram resultados importantes e alarmantes de agora pro futuro.

Pelos cálculos da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza, o Brasil detém 15% da biodiversidade mundial. O biólogo Fabiano Melo, membro da rede, diz que as principais ameaças à biodiversidade têm sido o desmatamento, a retirada ilegal de animais da natureza e atividades produtivas não sustentáveis. “Há uma diminuição já confirmada não só para os grandes vertebrados, como os elefantes e outros animais como a onça-pintada, por pressão mesmo da população com relação aos itens de origem animal, mas também de animais como insetos em geral, afirma o biólogo.

Segundo Melo, isso está associado às mudanças climáticas, mas particularmente ao impacto de desmatamento e à alteração dos ambientes naturais. Cuidar da natureza não é só para quem está no campo, não é só para ambientalista. Todos nós precisamos cuidar desses aspectos para que a gente tenha a biodiversidade garantida.”

O Ministério do Meio Ambiente e instituições vinculadas mantêm um portal na internet com as principais informações sobre o tema. Os dados estão disponíveis no endereço: www.mma.gov.br/biodiversidade.

Edição: Nádia Franco

 

Últimas Notícias

Petrobras demite funcionários com prisão decretada na Lava Jato
Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018
Alimentos da cesta básica estão mais caros em 16 capitais brasileiras
Vendas internas de veículos novos têm melhor resultado desde 2015
BNDES lança programa para atender startups
Mercosul e UE retomam negociação com expectativa de acordo até março
Poupança tem menor captação para meses de novembro em três anos
Toma posse diretoria da nova Agência Reguladora de Mineração

MAIS NOTICIAS

 

Moro reafirma “confiança pessoal” em Onyx
 
 
Após discussão, votação do Escola sem Partido em comissão é suspensa
 
 
Senado aprova projeto que congela distribuição de recursos do FPM
 
 
Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
 
 
Balança comercial tem segundo melhor superávit para meses de novembro
 
 
Enel anuncia R$ 3,1 bi em distribuição de energia em São Paulo

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212