Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


10 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Caminhoneiros mantêm protestos em rodovias do Rio de Janeiro - Jornal Brasil em Folhas
Caminhoneiros mantêm protestos em rodovias do Rio de Janeiro


Caminhoneiros mantiveram na manhã de hoje (25) manifestações em pontos de rodovias do Rio de Janeiro, apesar do acordo entre lideranças do movimento e o governo federal ontem (24). A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou, às 11h55, 15 pontos de protestos em oito trechos de estradas federais.

Na Rodovia Washington Luís (BR-040), havia dois pontos de protesto. No km 113, na altura de Duque de Caxias, os caminhoneiros ocuparam o acostamento nos dois sentidos e bloquearam a faixa da direita da pista sentido Juiz de Fora. No km 61, os caminhoneiros estavam reunidos em um posto de combustível.

No km 40 da Rio-Teresópolis (BR-116), os caminhoneiros estavam interditando parcialmente a pista. Nos 54 e 76, os motoristas protestavam no acostamento.

Na Via Dutra (BR-116), havia protestos em três pontos, apenas no acostamento: em Seropédica (kms 204 a 206) e em Barra Mansa (kms 268 a 269 e kms 276 a 278).

Há protestos em acostamentos de três trechos da BR-101. Na BR-101 Norte, os motoristas fazem protesto em Campos, entre os kms 70 e 75. Na Niterói-Manilha, a manifestação é entre os kms 293 e 297. Já na Rio-Santos, acontece em Itaguaí, no km 391.

Na BR-393, são três pontos em que os motoristas ocupam postos de gasolina e faixas de domínio: em Paraíba do Sul, no km 182; em Volta Redonda, no km 281; e em Barra do Piraí, no km 247. Na BR-465, caminhoneiros protestam no km 22, no Rio de Janeiro.

O acordo com o governo federal definiu o congelamento do preço do diesel por 30 dias e o fim da cobrança da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) para o diesel até o fim do ano.

No estado do Rio de Janeiro, representantes dos caminhoneiros e empresas de cargas se reuniram com o governo do estado na noite de ontem. O governador Luiz Fernando Pezão resolveu reduzir o imposto sobre circulação de mercadorias e serviços (ICMS) sobre o diesel de 16% para 12%.

Edição: Maria Claudia

 

Últimas Notícias

Petrobras demite funcionários com prisão decretada na Lava Jato
Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018
Alimentos da cesta básica estão mais caros em 16 capitais brasileiras
Vendas internas de veículos novos têm melhor resultado desde 2015
BNDES lança programa para atender startups
Mercosul e UE retomam negociação com expectativa de acordo até março
Poupança tem menor captação para meses de novembro em três anos
Toma posse diretoria da nova Agência Reguladora de Mineração

MAIS NOTICIAS

 

Moro reafirma “confiança pessoal” em Onyx
 
 
Após discussão, votação do Escola sem Partido em comissão é suspensa
 
 
Senado aprova projeto que congela distribuição de recursos do FPM
 
 
Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
 
 
Balança comercial tem segundo melhor superávit para meses de novembro
 
 
Enel anuncia R$ 3,1 bi em distribuição de energia em São Paulo

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212