Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Aeroporto de Brasília tem 9 voos cancelados por falta de combustível - Jornal Brasil em Folhas
Aeroporto de Brasília tem 9 voos cancelados por falta de combustível


O fim das reservas de querosene de aviação no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitscheck hoje (25), em Brasília, causaram o cancelamento de pelo menos nove voos que pousariam ou partiriam do terminal. A paralisação dos caminhoneiros, que chega ao quinto dia em todo o país, impede que o combustível chegue até o aeroporto.

Até as 11 h, o aeroporto fez 141 movimentos aéreos. Destes, 8 tiveram atraso. A Inframerica, concessionário que administra o local, orienta os passageiros a buscar informações em suas companhias aéreas antes de ir para o terminal. As equipes de atendimento da concessionária foram reforçadas para atender aos usuários.

Um dos voos em atraso é o da empresa Latam, que partiria para São Paulo às 10h30. Para que o voo não fosse cancelado, a empresa fará uma parada para reabastecimento no aeroporto de Caldas Novas, a cerca de 330 quilômetros da capital federal. Dois voos da companhia no aeroporto de Brasília já foram cancelados. No total, chegam a dez os voos da Latam cancelados em todo o país.

A empresa informou que os passageiros dos voos cancelados estão recebendo toda a assistência necessária e que os demais clientes podem verificar a situação de seus voos diretamente no site da empresa. “Para minimizar impactos, os passageiros com partidas, chegadas ou conexões domésticas programadas para hoje nos aeroportos de Brasília, Confins, Goiânia, Maceió e Uberlândia podem alterar seus voos sem a cobrança de taxa de remarcação e das diferenças tarifárias da passagem para nova data, sem multas”, informou, em nota.

As companhias aéreas Gol, Avianca e Azul também colocaram suas centrais à disposição para remarcação de passagens sem cobrança de taxa e sem pagamento de diferenças tarifárias. No caso da Azul, o cancelamento ou a remarcação do bilhete será para voar até dia 31 de maio.

O contingenciamento do combustível no aeroporto já vinha ocorrendo desde a terça-feira (22). Nos últimos dias, apenas dez caminhões chegaram ao aeroporto, todos sob escolta policial. Em dias normais, o terminal recebe uma média de 20 desses veículos.

Os aviões que pousam na capital federal precisam partir dos aeroportos de origem com combustível suficiente para seguir viagem. Todos os aviões que pousarem hoje no terminal aéreo e que necessitem de abastecimento ficarão em solo até o fornecimento de combustível no aeroporto ser normalizado.

Edição: Maria Claudia

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212