Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Igreja propõe adiantar eleições para trazer paz à Nicarágua - Jornal Brasil em Folhas
Igreja propõe adiantar eleições para trazer paz à Nicarágua


A Igreja Católica propôs hoje (23) ao governo da Nicarágua reformar a Constituição e adiantar as eleições presidenciais para trazer paz para o país depois de um mês de violentos protestos, saques e incêndios, que deixaram pelo menos 60 mortos. A Conferência Episcopal nicaraguense aceitou mediar um Diálogo Nacional, entre governistas e oposicionistas, e propôs uma agenda incluindo também a instalação de uma Comissão da Verdade internacional para investigar as mortes, indenização para as vítimas da violência e a proibição da reeleição do presidente.

O atual presidente, Daniel Ortega, foi reeleito para seu terceiro mandato consecutivo em 2016. Ele pediu a mediação da Igreja, depois de perder o controle sobre as manifestações. O Diálogo Nacional começou no último dia 16. Nesta terça-feira, a Conferência Episcopal nicaraguense apresentou uma Agenda de Diálogo, que prevê adiantar a escolha de um novo presidente para o “quanto antes” e também antecipar as eleições municipais e legislativas de regiões autônomas. A Igreja também pede a presença de observadores internacionais nas votações.

O estopim dos distúrbios – os mais violentos desde o fim da guerra civil em 1990 – foi uma reforma da Previdência, que o governo acabou revogando, sem conseguir acalmar os ânimos. Estudantes, agricultores e até empresários somaram-se aos protestos contra Ortega – líder da Revolução Sandinista, que em 1979 derrubou a ditadura de Anastásio Somoza. Ele tem sido acusado pela oposição (e também por ex-aliados) de querer instalar uma dinastia política na Nicarágua, parecida com a que ele combateu quando era guerrilheiro de esquerda. A mulher dele, Rosario Murtillo, é sua vice-presidente e porta-voz.

A Conferencia Episcopal só aceitou mediar as negociações entre o governo e seus opositores depois que Ortega concordou em acabar com a repressão, em desmantelar os grupos paramilitares e aceitar que as mortes sejam investigadas pela Comissão Interamericana dos Direitos Humanos (CIDH). Agora os bispos pedem que o governo instale a Comissão da Verdade, que ficará a cargo da CIDH e de organizações nacionais de defesa dos direitos humanos.

Edição: Fábio Massalli

 

Últimas Notícias

Bolsonaro participa no Chile de Cúpula Presidencial Sul-Americana
Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212