Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


10 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Quase 70% dos europeus acham positivo fazer parte da UE - Jornal Brasil em Folhas
Quase 70% dos europeus acham positivo fazer parte da UE


O percentual de europeus que consideram positivo fazer parte da União Europeia (UE) chegou a 67%. O dado, divulgado hoje (23) pelo Parlamento Europeu, faz parte da pesquisa de opinião pública anual Eurobarômetro, realizada desde 1973 e que abrange uma grande variedade de temas, como meio ambiente, segurança, direitos humanos e economia.

Este ano, o Eurobarômetro ouviu 27 mil europeus. Entre a lista de temas prioritários dos cidadãos para a agenda da UE estão a luta contra o terrorismo (49% dos entrevistados), o combate ao desemprego jovem (48%) e imigração (45%). Cerca de um terço dos cidadãos cita o combate às alterações climáticas e a proteção do ambiente (35%) como questões prioritárias, sendo a promoção dos direitos humanos, da democracia e a proteção social dos cidadãos europeus escolhidos por 32% dos entrevistados.

A maioria dos entrevistados continua satisfeita com a forma como a democracia funciona no seu país (55%) e na UE (46%).

Eleições

Daqui a um ano, de 23 a 26 de maio de 2019, os cidadãos europeus vão às urnas para eleger os 705 deputados do Parlamento Europeu por sufrágio universal direto e escolher, indiretamente, o próximo presidente da Comissão Europeia.

O processo de nomeação do presidente da Comissão Europeia, conhecido como Spitzenkandidaten (candidato principal, em alemão) é uma forma de dar voz aos cidadãos da UE. Funciona assim: cada grupo político do Parlamento seleciona um candidato principal. O candidato do grupo que obtiver o maior número de assentos nas eleições para o Parlamento é designado para o cargo.

Metade dos europeus acredita que o processo Spitzenkandidaten é positivo (49% disseram que os encorajaria a votar nas próximas eleições europeias). Além disso, 63% dos cidadãos afirmaram que o processo traz mais transparência; 61% disseram que é um progresso significativo para a democracia europeia; e 60% acreditam dar mais legitimidade à Comissão Europeia.

Quase um terço dos entrevistados (32%) afirmou saber a data das eleições europeias e 50% se disseram interessados no processo eleitoral.

Atualmente, o Parlamento Europeu conta com 751 deputados, mas haverá uma redução do número total de membros após a saída do Reino Unido da UE, atualmente prevista para o final de março do ano que vem. Com isso, o total passará para 705.

A pesquisa também analisou as opiniões dos cidadãos sobre novos partidos políticos. Entre 2013 e 2018, mais de 70 novos partidos e alianças políticas surgiram na Europa.

Metade dos entrevistados não considera tais partidos ou movimentos uma ameaça à democracia, enquanto 38% os consideram uma ameaça.

Entre os entrevistados, 56% acreditam que novos partidos e movimentos podem trazer mudanças reais, enquanto 53% concordam com o fato de que eles poderiam encontrar novas soluções.

Portugal

Mais de três quartos dos portugueses (78%) consideram que o país se beneficiou com o fato de ser membro da União Europeia. Os portugueses estão entre os europeus que têm uma opinião mais positiva sobre o Parlamento Europeu.

De acordo com o Eurobarômetro, 41% dos portugueses consideram ser “muito importante” votar nas próximas eleições europeias (a média da UE é 49%), 36% consideram ser de importância média e 22% de pouca importância. Além disso, 47% dos entrevistados disseram estar interessado nas eleições europeias, enquanto 52% revelaram não ter interesse.

Os temas que os portugueses consideram mais importantes a serem debatidos são o combate ao desemprego dos jovens (61% dos entrevistados ), a proteção social (52%) e a economia e o crescimento (51%) .

O Eurobarômetro foi realizado entre 11 e 22 de abril de 2018 por meio de entrevistas presenciais com 27.601 cidadãos dos 28 Estados-Membros da UE, dos quais 1.093 portugueses.

Edição: Juliana Andrade

 

Últimas Notícias

Petrobras demite funcionários com prisão decretada na Lava Jato
Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018
Alimentos da cesta básica estão mais caros em 16 capitais brasileiras
Vendas internas de veículos novos têm melhor resultado desde 2015
BNDES lança programa para atender startups
Mercosul e UE retomam negociação com expectativa de acordo até março
Poupança tem menor captação para meses de novembro em três anos
Toma posse diretoria da nova Agência Reguladora de Mineração

MAIS NOTICIAS

 

Moro reafirma “confiança pessoal” em Onyx
 
 
Após discussão, votação do Escola sem Partido em comissão é suspensa
 
 
Senado aprova projeto que congela distribuição de recursos do FPM
 
 
Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
 
 
Balança comercial tem segundo melhor superávit para meses de novembro
 
 
Enel anuncia R$ 3,1 bi em distribuição de energia em São Paulo

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212