Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


10 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Conselho de Ética arquiva processo contra Fraga por ofensas a Marielle - Jornal Brasil em Folhas
Conselho de Ética arquiva processo contra Fraga por ofensas a Marielle


O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara arquivou nesta terça-feira (29) o processo que pedia a cassação do mandato do deputado Alberto Fraga (DEM-DF). Por 10 votos a um, o colegiado aprovou parecer do deputado Adilton Sachetti pelo arquivamento da representação protocolada pelo PSOL, que acusa Fraga de usar as redes sociais para difamar e caluniar a vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada no último dia 14 de março.

Para o relator, os parlamentares têm imunidade de opinião mesmo estando fora da Casa. Além disso, Sachetti argumentou que Fraga reconheceu o erro e pediu desculpas pela postagem. O parlamentar escreveu no Twitter que Marielle “engravidou aos 16 anos”, era ex-esposa do traficante Marcinho VP, usuária de drogas e defensora do Comando Vermelho.

Pela primeira vez desde que a representação foi aceita, o deputado Alberto Fraga participou da reunião do Conselho de Ética. O parlamentar reconheceu que errou ao divulgar uma publicação sem checar as inmformações. “Como coronel, como policial, deveria ter checado, esse foi meu o erro”.

Apesar de reconhecer o pedido de desculpas de Fraga, o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ), criticou a decisão do colegiado. “Estamos convictos de que tínhamos que fazer essa representação, para apontar a gravidade do problema que deveria ir além de uma mera inadmissibilidade”, disse.

No início da sessão, o deputado Pompeu de Matos (PDT-RS) chegou a apresentar voto em separado favorável à continuidade do processo. Segundo ele, apesar de admitir o erro, Fraga ainda não havia se retratado formalmente quanto às difamações. Contudo, após o pedido de desculpas de Fraga, Matos decidiu retirar o parecer.

*Colaborou Ivan Richard, da TV Brasil

Edição: Amanda Cieglinski

 

Últimas Notícias

Prazo para consolidar dívidas do Refis começa nesta segunda
Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
Receita libera hoje consulta a sétimo lote de restituição do IR 2018
Intenção de investimentos da indústria cresce 4,4 pontos
Mercado reduz estimativa de inflação pela sétima vez
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
Anatel apreende mais de 126 mil produtos não certificados
Inadimplência do consumidor cresce 6,03% em novembro

MAIS NOTICIAS

 

Moro reafirma “confiança pessoal” em Onyx
 
 
Após discussão, votação do Escola sem Partido em comissão é suspensa
 
 
Senado aprova projeto que congela distribuição de recursos do FPM
 
 
Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
 
 
Balança comercial tem segundo melhor superávit para meses de novembro
 
 
Enel anuncia R$ 3,1 bi em distribuição de energia em São Paulo

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212