Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


09 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Flórida e mais 2 estados entram em emergência por tempestade Alberto - Jornal Brasil em Folhas
Flórida e mais 2 estados entram em emergência por tempestade Alberto


Os estados norte-americanos do Alabama, da Flórida e do Mississipi declararam, nessa segunda-feira (28), estado de emergência por causa da chegada da tempestade subtropical Alberto. As fortes chuvas afetam também o oeste da Geórgia e a Carolina do Norte. Dois repórteres de uma emissora local da Carolina do Sul morreram por causa dos ventos trazidos pelo fenômeno, quando estavam em uma rodovia e uma árvore caiu sobre o carro em que viajavam. Alberto é a primeira tempestade de grande porte a atingir o país neste verão.

O Centro Nacional de Furacões de Miami informou, na noite de ontem, que Alberto estava centrado sobre o Golfo do México, na Flórida, com ventos de até 70 quilômetros por hora (km/h). A preocupação do governo local era com os moradores e visitantes que estavam deixando as praias do estado, após o feriado prolongado dessa segunda-feira (Memorial Day).

Na Flórida, pelo menos 2.600 moradores ficaram sem energia no noroeste do estado. A chuva e o vento já afetavam estados vizinhos no fim da tarde de ontem.

No Alabama, a governadora Kay Ivey pôs em alerta 40 condados. A Guarda Nacional do Estado está preparada para resgates em caso de inundações. Equipes de resgate também já estão de sobreaviso no Mississipi, segundo o governo local.

Temporada de furacões

A Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA, a sigla em inglês) divulgou, na semana passada, uma previsão de furacões para este ano. A estimativa é de 10 a 16 tempestades, com cinco a nove furacões.

Além disso, de acordo com a estimativa, um a quatro furacões poderão ser de grande porte, com ventos de até 170 km/h. Se as previsões forem confirmadas, segundo o órgão, a temporada de furações no Atlântico pode ser ainda mais intensa que a do ano passado.

Entre agosto e outubro de 2017, países do Caribe e do Sul dos Estados Unidos enfrentaram três furacões de grande porte: Harvey, Irma e Maria.

Cientistas divulgaram, no ano passado, um estudo em que relacionam o surgimento de furacões mais potentes às mudanças climáticas.

Comunidade brasileira

Neste mês de maio, o consulado brasileiro na Flórida apoiou o primeiro Seminário Preparatório para Situações de Emergência. O evento foi promovido pela Volunteer Emergency Relief (V.E.R.), em parceria com a Global Assistance Foundation. O objetivo foi preparar a comunidade brasileira para a temporada de furacões.

De acordo com comunicado publicado na página do consulado brasileiro em Miami, a iniciativa é resultado das experiências que ambas as organizações vivenciaram “antes, durante e depois” da passagem dos furacões que atingiram a Flórida e Porto Rico no ano passado.

A comunidade brasileira na Flórida é formada por mais de 300 mil pessoas, segundo levantamento do consulado. Estimativas informais de comerciantes locais falam em 500 mil brasileiros no estado. Além disso, a Flórida é um dos destinos dos Estados Unidos mais visitados por turistas procedentes do Brasil.

Edição: Graça Adjuto

 

Últimas Notícias

Petrobras demite funcionários com prisão decretada na Lava Jato
Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018
Alimentos da cesta básica estão mais caros em 16 capitais brasileiras
Vendas internas de veículos novos têm melhor resultado desde 2015
BNDES lança programa para atender startups
Mercosul e UE retomam negociação com expectativa de acordo até março
Poupança tem menor captação para meses de novembro em três anos
Toma posse diretoria da nova Agência Reguladora de Mineração

MAIS NOTICIAS

 

Moro reafirma “confiança pessoal” em Onyx
 
 
Após discussão, votação do Escola sem Partido em comissão é suspensa
 
 
Senado aprova projeto que congela distribuição de recursos do FPM
 
 
Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
 
 
Balança comercial tem segundo melhor superávit para meses de novembro
 
 
Enel anuncia R$ 3,1 bi em distribuição de energia em São Paulo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212