Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


12 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Paralisação de petroleiros é política e sem reivindicação, diz Parente - Jornal Brasil em Folhas
Paralisação de petroleiros é política e sem reivindicação, diz Parente


O presidente da Petrobras, Pedro Parente, classificou hoje (29) como “política” a paralisação de 72 horas dos petroleiros, anunciada para amanhã (30). Parente disse que o movimento não apresentou uma pauta reivindicatória e que houve um acordo, no ano passado, com vigência de 24 meses, incluindo reajuste salarial.

“Houve uma convocação de greve por parte de alguns sindicatos para três dias a partir de amanhã. Não existe pauta reivindicatória porque a pauta reivindicatória é muito mais de natureza política do que propriamente uma pauta de caráter de vantagens incluindo remuneração”, afirmou Parente, ao participar de uma teleconferência com investidores e analistas de bancos.

Carta

Parente disse que foi encaminhada ontem (28) uma carta aos funcionários da Petrobras, alertando sobre os riscos de uma paralisação para o país e a sociedade. “Fizemos uma carta de toda a diretoria a toda a nossa força de trabalho, que é uma força de trabalho, que tem operado nessa situação de crise com extrema dedicação engajamento e visão da relevância de preservarmos e minimizarmos os riscos para a operação da empresa”, disse.

Paralelamente, Parente afirmou que a Petrobras intensificou a comunicação com os empregados para evitar eventuais prejuízos, se a paralisação for deflagrada: “Confiamos que nossos colaboradores entendam o momento que estamos vivendo e esperamos, é nosso desejo, que de fato a gente possa passar por isso sem maiores consequências para a operação da empresa”. Advertência

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) disse que a paralisação é uma advertência em defesa da redução dos preços do gás de cozinha e dos combustíveis. Também há críticas à gestão de Pedro Parente na Petrobras. A entidade destacou que a advertência é uma etapa das mobilizações que os petroleiros, decisão aprovada em âmbito nacional.

Na tarde de hoje seis entidades sindicais anunciaram apoio à paralisação dos petroleiros: Central Única dos Trabalhadores (CUT), a Força Sindical, a União Geral dos Trabalhadores (UGT), a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), a Nova Central e a Central dos Sindicatos do Brasil (CSB).

Edição: Sabrina Craide

 

Últimas Notícias

Jornalista e radialista Laerte Junior morre aos 52 anos
Prazo para consolidar dívidas do Refis começa nesta segunda
Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
Receita libera hoje consulta a sétimo lote de restituição do IR 2018
Intenção de investimentos da indústria cresce 4,4 pontos
Mercado reduz estimativa de inflação pela sétima vez
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
Anatel apreende mais de 126 mil produtos não certificados

MAIS NOTICIAS

 

Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
 
 
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
 
 
Diálogo Brasil debate projeto Escola sem Partido
 
 
Brasileiro é eleito para Associação Internacional de Seguridade Social
 
 
Polícia e MP de Goiás vão apurar denúncias contra médium João de Deus
 
 
ONG homenageia policiais militares mortos no estado do Rio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212