Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Oct de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Grupo que monitora abastecimento se reúne no Planalto - Jornal Brasil em Folhas
Grupo que monitora abastecimento se reúne no Planalto


O Grupo de Acompanhamento de Normalização do Abastecimento voltou a se reunir hoje (3) no Palácio do Planalto. O comitê foi criado inicialmente para monitorar a paralisação dos caminhoneiros e a crise de abastecimento no país.

Estiveram presentes o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sérgio Etchegoyen, o chefe do Estado-Maior, almirante Ademir Sobrinho, os secretários executivos da Casa Civil, Daniel Sigelmann, do Ministério dos Transportes, Herbert Drummond, do Ministério da Justiça, Claudenir Brito, e do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix, além do secretário da Receita Federal, Jorge Rachid. Segundo a assessoria do Planalto, o presidente Michel Temer não participou do encontro, que durou cerca de 40 minutos.

A próxima reunião do grupo está marcada para amanhã (4), às 10h.

Após o fim do movimento dos caminhoneiros, de acordo com balanços dos diversos setores afetados, o abastecimento começa a ser normalizado e as atividades, retomadas.

Para liberar as rodovias e reabastecer o país com os produtos retidos nas estradas, Temer autorizou o emprego das Forças Armadas no contexto da Garantia da Lei e da Ordem (GLO), por meio de decreto. O prazo de vigência termina amanhã.

Em declação na última quinta-feira (31), o presidente Michel Temer, atribiu o fim da greve ao diálogo.
Preços da Petrobras

O movimento dos caminhoneiros, juntamente com a greve temporária dos petroleiros, que durou do dia 29 ao dia 31, colocou em foco o alto preço dos combustíveis e a política de preços da Petrobras, que acompanha a valorização do dólar e o encarecimento do petróleo no mercado internacional. A política, segundo a estatal, foi resposável pela recuperação financeira da Petrobras.

Na sexta-feira (1º) o então presidente da Petrobras, Pedro Parente, pediu demissão. O diretor financeiro da estatal, Ivan Monteiro, ocupará interinamente o cargo.

O ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, disse ontem (2), no Twitter, que a troca de comando na presidência da Petrobras não vai alterar a política preços da empresa.

Texto atualizado às 10h24

Edição: Juliana Andrade

 

Últimas Notícias

BNDES empresta R$ 30 milhões para empresa de água de Manaus
Comércio do Rio poderá contratar 10,3 mil temporários para o natal
Aneel aprova reajuste de tarifa a consumidores de GO e interior de SP
Petrobras e chinesa CNPC avançam em acordo para retomar Comperj
Aprovado pela Aneel, aumento nas contas de luz da CEB está suspenso
BNDES dá início a processo de privatização de companhia elétrica do AP
Dólar fecha em queda e Bovespa sobe 2,83%
Senado rejeita projeto sobre venda de distribuidoras da Eletrobras

MAIS NOTICIAS

 

Equipe de transição deve ser definida hoje à tarde, diz Caiado
 
 
ONS vai reforçar ações de segurança energética nas eleições e no Enem
 
 
Inflação medida pelo INPC sobe para 0,30% em setembro
 
 
Universidades particulares terão disciplina sobre primeira infância
 
 
Com Enem, horário de verão começa no dia 18 de novembro
 
 
Governo anuncia recursos de R$ 600 milhões para o ensino médio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212