Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Maia pede cuidado com anistia a multas aplicadas aos caminhoneiros - Jornal Brasil em Folhas
Maia pede cuidado com anistia a multas aplicadas aos caminhoneiros


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (5) que é preciso analisar com cuidado a possibilidade de anistiar os caminhoneiros e manifestantes de todas as multas que foram aplicadas durante a greve da categoria nas últimas semanas. A anistia das penalidades está sendo proposta pelo deputado Nelson Marquezelli (PTB- SP), relator do projeto de lei que regulamenta o transporte rodoviário de cargas no país.

O projeto está na pauta da sessão desta terça-feira do plenário da Câmara, e o relator quer apresentar a emenda sobre a anistia no início da tarde de hoje. Entre outros pontos, o projeto estabelece formas de contratação dos transportadores autônomos, cooperativas ou empresas, regras para segurança nas estradas e criação do vale-pedágio.

Rodrigo Maia defende que a anistia seja discutida junto com a medida provisória (MP) que institui a Política de Preços Mínimos para o Transporte Rodoviário de Cargas. A MP, no entanto, ainda vai ser analisada por deputados e senadores, em comissão mista a ser criada esta semana.

“Eu acho que talvez, no projeto de regulação do setor, não seja o caminho, talvez na medida provisória, para que a gente não misture temas que não têm relação. Acho que na MP, que tem mais tempo [de tramitação], talvez seja o momento adequado do debate, para se discutir se sim ou não. “Tem que avaliar se for à frente com isso, para que não seja uma sinalização de que as suas atitudes não têm consequências”, afirmou Maia.

Marquezelli argumenta que muitos motoristas ficaram parados sem a intenção de aderir à greve e, por isso, não devem ser prejudicados com as multas, sejam de trânsito ou de outra natureza. Segundo o deputado, como não é possível saber quem estava intencionalmente na manifestação, qualquer multa emitida nos dias da paralisação dos caminhoneiros deve ser convertida em advertência.

“Essa emenda vai dar segurança jurídica. Não podemos penalizar o transporte, seja proprietário ou não, quando ele não participou [da greve]. Ele foi uma vítima dessa paralisação geral que houve, com muita infiltração política. Não podemos penalizar aqueles que trabalham no transporte.”, disse o relator.

Muitas multas foram aplicadas por policiais rodoviários federais e agentes de trânsito em cumprimento à liminar do Supremo Tribunal Federal, que determinou a aplicação das penalidades para desbloqueio das rodovias federais e estaduais.

Agenda de votações

Maia negou que haverá recesso na Câmara no período dos jogos da Copa do Mundo da Rússia, que tem início na próxima semana. O primeiro jogo da seleção brasileira será no domingo (17).

“Só vamos ter problema na última semana [de junho], que junta com a semana de São João, no Nordeste. Então, temos três semanas para trabalhar, há projetos na pauta. A Copa do Mundo, para nossa felicidade, só tem um jogo durante a semana. A gente precisa continuar trabalhando e torcendo para que os jogos do Brasil na segunda fase sejam segunda, sexta e no fim de semana”, acrescentou.

O presidente da Câmara disse ainda que hoje o plenário pode concluir a análise do projeto do Cadastro Positivo e, nas próximas sessões, pode avançar na votação dos projetos que tratam da duplicata eletrônica e do distrato de imóvel.

Edição: Graça Adjuto

 

Últimas Notícias

Saúde libera recursos para atender moradores da região de Brumadinho
Justiça determina prisão preventiva de acusado de espancar paisagista
Irmão de mulher espancada diz que ainda está chocado com a violência
Flamengo pede mais prazo para decidir sobre indenização de vítimas
Profissionais que atuaram em Brumadinho serão monitorados
Auditores descobrem 158 Kg de cocaína na fronteira com a Bolívia
Governo determina medidas de precaução para barragens em todo o país
Bolsonaro irá ao Congresso entregar texto da reforma da Previdência

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212