Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Chanceler do Equador é eleita presidente da Assembleia Geral da ONU - Jornal Brasil em Folhas
Chanceler do Equador é eleita presidente da Assembleia Geral da ONU


A chanceler do Equador, María Fernanda Espinosa, foi eleita hoje (5) nova presidente da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), cargo que ocupará durante um ano a partir de setembro. Espinosa venceu outra aspirante, a hondurenha María Elizabeth Flores Flack, nas eleições realizadas no plenário da Assembleia Geral.

A chefe da diplomacia equatoriana recebeu apoio de 128 países, contra 62 obtidos pela hondurenha Flores Flack, embaixadora de seu país na ONU. Espinosa é a quarta mulher escolhida presidente da Assembleia Geral da ONU e a primeira latino-americana.

Agradeço profundamente o voto de confiança que hoje depositaram no Equador para presidir esta Assembleia, disse a ministra equatoriana em seu discurso depois de ser eleita. Espinosa dedicou sua vitória a todas as mulheres do mundo que hoje participam da política e que enfrentam ataques, machismo e discriminação.

A Assembleia Geral é um dos principais órgãos das Nações Unidas e nela estão presentes os 193 Estados-membros da organização. Espinosa ocupará a presidência durante o 73° período de sessões e substituirá o eslovaco Miroslav Lajcak.

Disputa pela presidência

A Presidência da Assembleia Geral é ocupada, a cada ano, por um representante de uma determinada região do planeta e, desta vez, será a América Latina e o Caribe. Como os representantes dos países da região não conseguiram consenso na escolha de uma candidatura única, como ocorre habitualmente, a decisão teve de ser levada para plenário.

A escolha também abriu uma disputa diplomática entre Honduras e Equador. Honduras estava há anos trabalhando em sua candidatura e alega que o Equador tinha se comprometido, em 2015, a apoiar o país. No entanto, o Equador propôs, em fevereiro, María Fernanda Espinosa como candidata, decisão que levou Honduras a expressar oficialmente seu mal-estar e surpresa e a pedir que retirasse a postulação da chanceler equatoriana.

Edição: Denise Griesinger

 

Últimas Notícias

Bolsonaro participa no Chile de Cúpula Presidencial Sul-Americana
Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212