Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Aug de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 MPF encaminha à Justiça nova denúncia contra ex-dirigentes da CBDA - Jornal Brasil em Folhas
MPF encaminha à Justiça nova denúncia contra ex-dirigentes da CBDA


O Ministério Público Federal em São Paulo encaminhou à Justiça uma nova denúncia contra o ex-presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) Coaracy Nunes, três ex-diretores da entidade e dois empresários por desvios de recursos públicos e fraudes em licitações para compra de passagens e hospedagens envolvendo uma empresa de turismo. Eles foram denunciados por organização criminosa, peculato-desvio e fraude a licitações.

Os crimes, de acordo com o MPF, teriam sido praticados entre 2012 e 2014 e envolveram o favorecimento de uma agência de turismo no Rio de Janeiro e o superfaturamento em passagens, hospedagens e traslados para torneios e treinamentos que visavam a preparação para os Jogos Olímpicos de 2016. Segundo o Ministério Público, a quebra de sigilo bancários dos investigados revelou que, nos últimos cinco anos, a agência de turismo recebeu mais de R$ 23 milhões da CBDA.

As irregularidades foram identificadas em dois convênios com o Ministério do Esporte. No primeiro deles, de acordo com o MPF, a confederação recebeu R$ 1,94 milhão do Ministério do Esporte para a qualificação e reciclagem de atletas, técnicos, coordenadores e árbitros de saltos ornamentais, nado sincronizado e maratonas aquáticas. Quatro licitações fraudulentas teriam sido identificadas nesse convênio, no qual a empresa de turismo apresentava orçamentos de empresas de fachada, sempre mais caros, para dar aparência de regularidade ao processo de licitação. Uma fiscalização observou ainda que não havia sequer a comprovação de que os eventos ocorreram.

Um segundo convênio, também envolvendo a mesma empresa de turismo e firmado em 2011, visava a preparação das seleções de polo aquático para os Jogos Olímpicos. Para isso, a CBDA recebeu R$ 1,15 milhão do Ministério do Esporte, do qual quase 95% do total foi repassado para essa empresa de turismo. O MPF apurou que o custo de traslado entre o hotel e o centro de treinamento em São Paulo, que daria cerca de R$ 350 por dia com empresas especializadas, foi contratado com essa empresa de turismo do Rio de Janeiro por R$ 1,8 mil.

O caso é parte da Operação Águas Claras, que foi deflagrada em 2015 e apura irregularidades na confederação. Segundo o órgão, além das investigações em curso no MPF, já tramitam na Justiça Federal uma ação penal e duas ações de improbidade administrativa contra os ex-dirigentes.
Outro lado

Por meio de nota publicada em seu site, a CBDA disse lamentar estar no centro de investigações de corrupção, o que vem prejudicando o recebimento de recursos para o fomento de suas cinco modalidades olímpicas. A entidade disse ainda que sua nova gestão irá colaborar em todas as investigações, na medida em que for acionada.

A Agência Brasil tentou contato com a agência de turismo, mas não obteve sucesso até a publicação da matéria.

O advogado de Coaracy Nunes e dos três dirigentes da CBDA, Mauro Tse, disse que essa nova denúncia do Ministério Público é “mais uma maluquice” e reclamou que a imprensa dá muito espaço para o MPF e ridiculariza a defesa. Para ele, a acusação contra seus clientes é “leviana, inconsequente, irresponsável e fruto da cabeça de uma procuradora da República”.

Edição: Fernando Fraga

 

Últimas Notícias

Dia D de vacinação contra pólio e sarampo será neste sábado
Trabalhadores de todas as idades já podem sacar cotas do Pis/Pasep
Estimativa do mercado financeiro para inflação sobe para 4,15%
Maduro diz que aceita colaboração do FBI, mas impõe condições
Disputa entre EUA e Turquia afeta as bolsas asiáticas
Secretário dos EUA discute com brasileiros defesa na América do Sul
Programa Um Olhar sobre o Mundo entrevista o fotógrafo Paulo Vitale
Após explosão em Ipatinga, sindicato quer mais segurança

MAIS NOTICIAS

 

Trabalhadores de todas as idades já podem sacar cotas do Pis/Pasep
 
 
Após explosão em Ipatinga, sindicato quer mais segurança
 
 
Jungmann: PF está à disposição para investigar caso Marielle
 
 
Decreto sobre relicitação de concessões deve sair nos próximos dias
 
 
Luiz Fux preside última sessão como ministro do TSE
 
 
Com registro de Amoêdo, já são seis candidatos oficializados no TSE

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212