Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Manifestantes se reúnem com ministro e deixam Ministério das Cidades - Jornal Brasil em Folhas
Manifestantes se reúnem com ministro e deixam Ministério das Cidades


Após cerca de duas horas de ocupação do prédio do Ministério das Cidades na tarde de hoje (7), manifestantes deixaram o local e foram recebidos pelo ministro da pasta, Alexandre Baldy. Representantes de seis movimentos por moradia vindos de 16 estados cobraram do ministro mais recursos para as políticas habitacionais, principalmente para o programa Minha Casa, Minha Vida.

“A situação da habitação só se agrava. O acidente ocorrido em São Paulo é um que aconteceu em meio a tantos outros, com despejos, incêndios, de gente morando nas ruas”, disse a militante da União Nacional por Moradia Popular, Evanisa Rodrigues, em alusão ao prédio no Largo do Paissandu, em São Paulo, que desabou após incêndio e deixou cinco mortos e dois desaparecidos.

Também participaram do ato representantes da Central dos Movimentos Populares, da Confederação Nacional de Associações de Moradores, do Movimento de Luta de Bairros e Favelas, do Movimento das Trabalhadoras e Trabalhadores por Direitos e do Movimento Nacional de Luta por Moradia.

Baldy negou corte de recursos para as políticas habitacionais e informou que serão publicadas amanhã (8), no Diário Oficial da União, novas contratações para o Programa Nacional de Habitação Urbana e para o Programa Nacional de Habitação Rural.

“O Ministério das Cidades, dentro do Programa Minha Casa, Minha Vida, tem em torno de R$ 9,7 bilhões para contratações no Orçamento Geral da União e de R$ 63 bilhões do FGTS [Fundo de Garantia do Tempo de Serviço] para habitação”, disse.

Segundo o ministro, a expectativa para este ano é contratar novas 700 mil unidades habitacionais. Baldy também informou que 410 mil obras paralisadas foram retomadas. “Para 2018, entre as obras que estão em andamento e as que serão contratadas, serão mais de 1,1 milhão moradias no país, afirmou.

Edição: Amanda Cieglinski

 

Últimas Notícias

Atos em Brasília marcam os 50 anos da Receita Federal
Temer pede que brasileiros reflitam sobre questão racial
Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
Dia da Consciência Negra é comemorado no Rio com homenagem a Zumbi
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212