Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Brasil demonstra preocupação com onda de violência na Nicarágua - Jornal Brasil em Folhas
Brasil demonstra preocupação com onda de violência na Nicarágua


A onda de violência na Nicarágua preocupa o governo do Brasil. Em nota, o Ministério das Relações Exteriores, Itamaraty, apelou para que o governo do presidente Daniel Ortega busque o diálogo com os segmentos sociais em busca de um acordo pacífico para encerrar os protestos que dominam o país desde 18 de abril.

“O governo brasileiro insta o governo nicaraguense a criar as condições para a retomada do diálogo nacional conduzido pela Conferência Episcopal da Nicarágua. O governo brasileiro entende que não pode haver solução pacífica para o conflito sem a participação de todas as forças políticas nicaraguenses nesse processo.”

O Centro Nicaraguense de Direitos Humanos (Cenidh) estima que, que desde abril, morreram 135 pessoas e pelo menos mil ficaram feridas. Os manifestantes saíram às ruas em várias cidades da Nicarágua em reação à reforma da Previdência. Com a repressão violenta por parte de forças oficiais, os manifestantes passaram a criticar o governo Ortega.

A Igreja Católica foi chamada para mediar um acordo de paz, mas abandonou após as mortes recentes. Não há previsão do retorno da igreja às mediações. Na nota, o Itamaraty reiterou as críticas à violência e à repressão no país.

“O governo brasileiro condena com veemência a continuidade da ocorrência de situações de violência e intimidação, com uso desproporcional de força, contra a população civil no contexto de manifestações pacíficas em prol de reformas democráticas na Nicarágua, como aquelas mantidas em 30 de maio passado durante a Marcha das Mães”.

No último dia 5, durante a 48ª Assembleia Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), o Brasil e vários países, defenderam a vistoria de um grupo de peritos internacionais à Nicarágua para investigar e apurar responsabilidades “pela violência perpetrada contra a população civil”.

Edição: Davi Oliveira

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212