Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Oct de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Trump e Kim Jong-un dão início a uma “relação muito especial” - Jornal Brasil em Folhas
Trump e Kim Jong-un dão início a uma “relação muito especial”


Triunfante ao lado de Kim Jong-un em sua túnica Mao Tsé-Tung, o presidente Donald Trump anunciou uma nova era para as Coreias e o mundo. Olhando a quem tratava por fogueteiro, e que o chamava de caquético, ele também disse que o encontro permitiu o início de uma relação muito especial entre os dois.

Um acordo de princípio foi assinado, com a meta de tornar a península coreana totalmente desnuclearizada e garantir a segurança da Coreia do Norte. Os Estados Unidos deverão acabar com os exercícios militares provocativos com a Coreia do Sul, agora considerados uma boa economia.

O prisioneiro americano Otto Warmbier, libertado em coma em Pyongyang, e morto após chegar aos Estados Unidos, foi lembrado: “Ele não morreu em vão”. A lembrança foi feita para indicar que no encontro também se falou de direitos humanos. Trump se dizia orgulhoso do que acabava de conseguir e que nenhum presidente americano jamais havia conseguido.

A caminho da cúpula de Cingapura, Trump se distanciou de seus aliados no Grupo dos 7 (formado por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido), ofendeu o primeiro-ministro canadense e pediu a reintegração da Rússia ao grupo que era dos 8, antes da tomada a Crimeia.

Com a nova amizade com Kim, e com a defesa de Putin, Trump tende a estabelecer uma nova ordem mundial – para muitos, uma desordem, com o fim de tratados multilaterais de comércio, do clima e de segurança.

“Hoje tivemos um encontro histórico e decidimos deixar o passado para trás”, comentou Kim, por meio de um intérprete. “O mundo inteiro verá uma grande mudança”.

A noite na Ásia prosseguiu embandeirada, com apertos de mãos e esperanças no ar. O presidente da Coreia do Sul comentou que nem conseguia dormir. O livro A Arte de Negociar, escrito por Trump, pode agora virar best-seller. Mas o que ele espera mesmo é levantar o Nobel da Paz deste ano.


*O jornalista Moisés Rabinovici é comentarista da Rádio Nacional e apresentador do programa Um olhar sobre o Mundo, na TV Brasil.

Edição: Kleber Sampaio

 

Últimas Notícias

Carreta Novartis da Saúde chega em Goiás para combate à hanseníase
Mega-Sena sorteia o prêmio de R$ 18 milhões do concurso 2090
Vanderlan visita Tribunal de Justiça de Goiás
Brasil gera 137,3 mil novos postos de trabalho em setembro
Inscritos no Enem podem checar local de provas a partir de hoje
Após três quedas seguidas, dólar sobe e fecha o dia em R$ 3,72
Renan Filho: acordo para vender a Ceal depende de União quitar débitos
Riqueza das famílias brasileiras encolheu US$ 380 bilhões

MAIS NOTICIAS

 

Equipe de transição deve ser definida hoje à tarde, diz Caiado
 
 
ONS vai reforçar ações de segurança energética nas eleições e no Enem
 
 
Inflação medida pelo INPC sobe para 0,30% em setembro
 
 
Universidades particulares terão disciplina sobre primeira infância
 
 
Com Enem, horário de verão começa no dia 18 de novembro
 
 
Governo anuncia recursos de R$ 600 milhões para o ensino médio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212