Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Oct de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Monteiro diz que informações financeiras da Petrobras são públicas - Jornal Brasil em Folhas
Monteiro diz que informações financeiras da Petrobras são públicas


O presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, disse hoje (12) que as informações financeiras da empresa são públicas e estão disponíveis na internet. A declaração foi dada após Monteiro ter sido questionado sobre os apelos de senadores para que a estatal abra suas planilhas e esclareça sua atual política de preços.

“Uma companhia de capital aberto, com ações negociadas aqui na B3 e na Bolsa de Nova Iorque não poderia ser diferente”, afirmou Monteiro, em visita ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE). O presidente da estatal não quis comentar a intenção de um grupo de senadores de instalar uma CPI para investigar a política preços da Petrobras.

Oficialmente, Ivan Monteiro esteve no Senado com o presidente da Casa para uma “visita de cortesia”. Na saída do encontro, o presidente da Petrobras voltou a dizer que apoiará a consulta pública da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis (ANP) sobre a periodicidade dos reajustes dos preços de combustíveis no Brasil. A partir dos resultados da consulta, ele acredita que a companhia vai avaliar se será necessária uma mudança na frequência dos reajustes realizados.

Audiência pública

Além da visita de Ivan Monteiro, o gerente-geral de marketing da Diretoria de Refino de Gás Natural da Petrobras, Flávio Tojal, participou hoje de uma audiência pública na Comissão de Direitos Humanos do Senado que debateu o preço dos combustíveis.

Aos senadores, Tojal disse que os preços praticados pela Petrobras e suas eventuais variações “possuem uma capacidade limitada de influenciar o preço final ao consumidor”. Nesse sentido, ele ressaltou a alta carga tributária que incide sobre os combustíveis e afirmou que a estatal não controla preços de revenda e distribuição.

Para ele, o debate sobre o preço dos combustíveis com o governo federal precisa ter a participação de distribuidoras e revendedoras. O executivo lembrou aos senadores que, em julho do ano passado, somente a incidência de Pis/Cofins foi elevada em 86,1%, no caso de diesel e em 107,7% para a gasolina.

Edição: Sabrina Craide

 

Últimas Notícias

Premiação tem projeto de escola goiana entre os vencedores da etapa regional
Marlúcio Pereira propõe isenção de taxas para templos de cultos religiosos
Brasil tem mais de 2,5 milhões de professores
Polícia Ambiental busca jiboia desaparecida em prédio de Brasília
Justiça de Goiás bloqueia bens de Marconi Perillo e de ex-secretário
Partidos lançam frente de apoio à candidatura de Haddad
Governo decide manter começo do horário de verão em 4 de novembro
Polícia descobre autora de tratamento estético que matou mulher no Rio

MAIS NOTICIAS

 

Equipe de transição deve ser definida hoje à tarde, diz Caiado
 
 
ONS vai reforçar ações de segurança energética nas eleições e no Enem
 
 
Inflação medida pelo INPC sobe para 0,30% em setembro
 
 
Universidades particulares terão disciplina sobre primeira infância
 
 
Com Enem, horário de verão começa no dia 18 de novembro
 
 
Governo anuncia recursos de R$ 600 milhões para o ensino médio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212