Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Aumento previsto no prêmio de loterias pode ser revisto, diz Jungmann - Jornal Brasil em Folhas
Aumento previsto no prêmio de loterias pode ser revisto, diz Jungmann


O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse hoje (14) que o aumento previsto no prêmio das loterias federais pode ser revisto para compensar a redução de recursos do setor destinados às pastas da Cultura e do Esporte.

A destinação de dinheiro das loterias para a área de segurança pública, prevista em medida provisória (MP) assinada pelo presidente Michel Temer na segunda-feira (11), gerou queixas nos dois ministérios.

Jungmann disse que esta é uma possibilidade para atenuar as perdas dos dois ministérios, mas que ainda não há decisão sobre a questão. Segundo o ministro, a MP traz a previsão de aumento no prêmio das loterias federais de cerca de 43% para 50% do valor arrecadado, e a ideia seria reduzir esse amento para 47% ou 48%.

“O que nós estamos trabalhando – isso não está concluído, isso não está fechado – é a possibilidade de reduzir um pouco o prêmio e fazer o redirecionamento para que essas áreas sejam atendidas. Em vez de levar aos 50%, você levaria 47% ou 48% e faria uma redistribuição. Estamos procurando, e é decisão do presidente da República que se encontre uma maneira de resolver isso sem criar maiores problemas fiscais”, disse o ministro.

Ontem (13), Jungmann havia dito que as críticas das pastas da Cultura e do Esporte, feitas por meio de notas, são “compreensíveis” e que a Presidência da República e a área econômica estavam em busca de alternativas para atenuar a transferência dos recursos.

Edição: Nádia Franco

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212