Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Escolas flexibilizam calendário durante a Copa - Jornal Brasil em Folhas
Escolas flexibilizam calendário durante a Copa


A Copa do Mundo Rússia 2018 começou hoje (14) com uma partida entre o país anfitrião e a Arábia Saudita, no Estádio Luzhniki, em Moscou, que terminou em 5 X 0 para a Rússia. O mundial de futebol impôs um novo ritmo às escolas brasileiras, e calendário das aulas varia de acordo com a rede de ensino e com a unidade escolar.

Algumas escolas optaram por antecipar as férias do meio do ano, para englobar todo o período da Copa; outras preferiram liberar os alunos nos horários dos jogos do Brasil. Em todos os casos, as unidades de ensino devem cumprir o mínimo de 200 dias letivos e 800 horas no ano, estabelecido na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (9.394/1996).

De acordo com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), muitas das redes municipais, que concentram a maior parte do ensino infantil e fundamental, optaram por suspender as aulas no período em que haverá jogos do Brasil. “Quando tem jogo no horário da manhã, facultam esse horário. O município tem autonomia para fazer os ajustes”, diz o presidente da Undime, Alessio Costa Lima. Ele esclarece, no entanto, que as escolas terão que repor essas aulas.

De acordo com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), os estados também têm autonomia para decidir sobre as aulas. As escolas estaduais concentram a maior parte do ensino médio. No Mato Grosso, por exemplo, não houve uma decisão para toda a rede. O estado determinou que cada escola poderá decidir se suspende as aulas, se realiza atividades pedagógicas nos dias dos jogos ou ainda se segue o cronograma inicial do calendário escolar e realiza as aulas normalmente.

O Distrito Federal também permitiu que as escolas flexibilizassem o calendário escolar. Já o estado de São Paulo, determinou a suspensão das aulas nas escolas da rede nos períodos em que o Brasil estiver em campo.

As escolas particulares têm, no geral, optado por dar aulas no turno oposto ao dos jogos da seleção brasileira, de acordo com a vice-presidente da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep), Amabile Pacios. “As escolas têm liberdade de tomar, dentro dos contextos regionais, as decisões. A gente percebe uma tendência de manter as aulas no turno em que não acontece o jogo. Então se o jogo acontece de manhã, tem aula à tarde e se acontece de tarde, tem aula de manhã. É raro ter escola particular que vai suspender a atividade. Algumas vão manter as aulas normalmente, inclusive durante os jogos”, diz.

Jogos do Brasil

A estreia do Brasil será neste domingo (17), às 15h. O Brasil joga novamente na sexta-feira (22), às 9h; e na quarta-feira (27), às 15h. A Copa vai até o dia 28 de junho. Os próximos jogos dependerão do desempenho do Brasil nessa primeira fase.

Em algumas cidades, como no Rio de Janeiro, a administração pública decretou ponto facultativo nos dias de jogos da seleção brasileira. Já para os funcionários públicos federais, o Ministério do Planejamento editou uma portaria que flexibiliza os horários em dias de jogos, e as horas não trabalhadas deverão ser compensadas pelos servidores.

Edição: Denise Griesinger

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212