Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Segundo dia da Copa: Uruguai e Irã vencem; Portugal e Espanha empatam - Jornal Brasil em Folhas
Segundo dia da Copa: Uruguai e Irã vencem; Portugal e Espanha empatam


O segundo dia de Copa do Mundo teve Cristiano Ronaldo como protagonista. O camisa 7 de Portugal fez três gols e garantiu o empate com a Espanha por 3 a 3 em Sochi. Fez gol de pênalti, sofrido por ele, de falta, também sofrida por ele, e gol com a bola rolando.

A Espanha também teve pontos positivos: mostrou domínio em grande parte do jogo e, de quebra, viu Diego Costa, brasileiro naturalizado espanhol, marcar dois gols, assumindo a responsabilidade pelo ataque. Tudo indica que os espanhóis farão bem mais do que fizeram em 2014, no Brasil, quando sequer passaram da primeira fase.

Mais cedo, Irã e Marrocos jogaram pelo grupo B, o mesmo de Portugal e Espanha. Mesmo jogando melhor na maior parte do jogo, os marroquinos não conseguiram marcar. E, para piorar, sofreram um gol contra no último minuto da partida. Os próximos adversários dos marroquinos são exatamente Portugal e Espanha, os favoritos desta chave.

No primeiro jogo do dia, entre as seleções do Uruguai e do Egito, os sul-americanos buscaram o gol durante todo o tempo, mas o ataque, formado por Cavani e Suárez, estava pouco inspirado. Suárez não repetiu as boas atuações que tem no Barcelona e perdeu as poucas oportunidades de gol que teve. Já Cavani acertou um bom chute e cobrou uma falta na trave, mas também ficou abaixo do esperado. Quem salvou o dia foi o zagueiro Giménez que, de cabeça, marcou o gol no fim do segundo tempo.

Salah, o craque egípcio e maior esperança de gols do time, assistiu à derrota do banco, enquanto se recupera de uma lesão no ombro. Os próximos adversários da seleção egípcia serão a Rússia e a Arábia Saudita.

Empate comemorado em São Paulo

Em São Paulo, portugueses e brasileiros acompanharam juntos, em um telão na Casa de Portugal, o empate entre Espanha e Portugal, vibrando a cada um dos três gols de Cristiano Ronaldo.

O português Luis Rebola, de 43 anos, que mora há seis anos no Brasil, disse que acompanhar no local a estreia de seu país na Copa foi como assistir em Portugal. Rebola falou sobre a emoção de o placar ser aberto com um gol português, do empate, do segundo gol, de mais um empate, da virada espanhola e, por fim, do terceiro gol, igualando a partida.

Filho de portugueses, o brasileiro Fernando Dias, de 48 anos, viu o jogo com a família e amigos na Casa de Portugal. “Agora começou a Copa do Mundo. Duas seleções maravilhosas, isso é jogo, é merecido para os dois [países]. A gente torce pela raça, já estou até rouco”, afirmou Dias, que puxou o coro de torcedores.

“Portugal e Brasil são irmãos há mais de 500 anos, temos todo o prazer de receber todo mundo para torcer”, disse o vice-presidente da Casa de Portugal, Armando Batista, que vive há 56 anos no Brasil.

Torcedores espanhóis reuniram-se na Casa Hispano-Brasileira para ver a estreia de sua seleção na Copa da Rússia. Todo decorado com bandeiras da Espanha e do Brasil, e até uma réplica da taça da Copa do Mundo, o local manteve o clima de s descontração durante algum tempo até que a tensão dos torcedores, expressa no rosto de cada um, mostrou a grande disputa que foi a partida dentro de campo.

Os espanhóis passaram da preocupação com o primeiro gol da partida, feito por Cristiano Ronaldo, à tranquilidade com o empate, à decepção com o segundo gol português, à alegria com o novo empate e a virada espanhola. Mas tudo terminou com uma expressão de tranquilidade e surpresa pelo empate em 3 a 3.

*Colaboraram Camila Boehm Elaine Patrícia Cruz

Edição: Nádia Franco

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212