Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Lagarde defende que abertura da economia chinesa é essencial - Jornal Brasil em Folhas
Lagarde defende que abertura da economia chinesa é essencial


Lagarde sugere três “políticas imperativas”, como a abertura da economia chinesa, a redução das diferenças entre pobres e ricos e entre zonas urbanas e rurais e investimento em Investigação e Desenvolvimento (I&D)

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, defendeu hoje (20) que a abertura da economia chinesa, entre outras reformas estruturais, é essencial para que a China alcance um crescimento mais sustentável.

No Fórum de Desenvolvimento da China, que reúne empresários e líderes locais em Pequim, Lagarde destacou que o país asiático deve encontrar mais sustentabilidade e avançar nas “reformas necessárias”, segundo um comunicado publicado na página do FMI.

Lagarde sugere três “políticas imperativas”, como a abertura da economia chinesa, a redução das diferenças entre pobres e ricos e entre zonas urbanas e rurais e investimento em Investigação e Desenvolvimento (I&D).

Estas três orientações estão incluídas no novo Plano Quinquenal aprovado pelas autoridades chinesas na semana passada e ajudarão a China a conseguir “um crescimento de maior qualidade, mais inclusivo e mais sustentável” se forem implementadas, destacou.

O 13º Plano Quinquenal estabelece as políticas a seguir pelo Governo entre 2016 e 2020 e procura alcançar um crescimento econômico de, pelo menos, 6,5% anuais, para duplicar em 2020 o Produto Interno Bruto (PIB) e o rendimento ‘per capita’ que o país tinha em 2010.

Lagarde considerou que a transição da economia chinesa é boa para a China e para o mundo, mas alertou que, como qualquer transição, terá “sobressaltos”.

O plano, aprovado pela assembleia Nacional da China (Parlamento chinês) procura modernizar o sistema industrial chinês, especialmente no setor público, enquanto reserva um lugar central à inovação e desenha políticas de distribuição de mão-de-obra, tecnologia e capital.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212