Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Setor varejista tem alta de empregos em São Paulo - Jornal Brasil em Folhas
Setor varejista tem alta de empregos em São Paulo


O mercado de trabalho no setor varejista, em São Paulo, voltou a criar novos empregos após três meses de saldo negativo.

Pesquisa mensal feita pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio), com base em dados do Ministério do Trabalho, mostrou saldo positivo na criação de 2.340 novos empregos formais em abril, resultado de 77.179 admissões e 74.839 desligamentos.

O setor varejista apresentou 2.063.079 vínculos empregatícios, um crescimento de 0,4% em relação ao mesmo período de 2017. No acumulado de 12 meses, 8.995 empregos com carteira assinada foram gerados, revertendo o cenário negativo observado nos dois anos anteriores.

No comparativo anual, quatro das nove atividades analisadas registraram crescimento de empregados, com destaque para os segmentos de farmácias e perfumarias e de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos (ambos com elevação de 2,9%); e de autopeças e acessórios (1,1%). Setores como lojas de móveis e decoração reduziram o número de empregados e -1,5%) e as lojas de vestuário, tecidos e calçados -0,9%.

A assessoria econômica da Fecomercio indica que, tradicionalmente, o varejo registra mais desligamentos do que admissões no início de cada ano, e, em 2018, esse cenário não foi diferente. Vale ressaltar, porém, que as 26.130 vagas encerradas no primeiro quadrimestre representam o menor saldo negativo para o período desde 2013.

A entidade aponta um cenário turbulento para o mês de maio, levando em consideração o Dia das Mães, considerada a segunda data mais importante para o setor, e os efeitos da greve dos caminhoneiros.
Capital

O varejo paulistano criou 757 empregos com carteira assinada em abril, resultado de 24.065 admissões contra 23.308 desligamentos. No acumulado de 12 meses, foram gerados 2.238 postos de trabalho formais. O comércio paulistano encerrou o mês com um total de 645.573 trabalhadores ativos, alta de 0,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

A pesquisa de emprego analisa o desempenho do mercado de trabalho formal em 16 regiões do estado e nove atividades do varejo. As informações são do Ministério do Trabalho, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Edição: Maria Claudia

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212