Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Movimento é menor nas ruas de Brasília em dia de jogo da seleção - Jornal Brasil em Folhas
Movimento é menor nas ruas de Brasília em dia de jogo da seleção


Com o segundo jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia, a movimentação de carros e pessoas no Distrito Federal foi menor na manhã desta sexta-feira (22). Nas seis faixas da pista da Esplanada dos Ministérios, que diariamente têm trânsito intenso pela manhã, poucos carros estão circulando. Os estacionamentos dos ministérios com vagas sobrando e as paradas de ônibus vazias completam o cenário.

As lojas de shopping e o comércio de rua do DF abrirão a partir do meio-dia. O funcionamento do Metrô do Distrito Federal segue sem problemas no horário do jogo do Brasil. Segundo a companhia, os trens vão circular em horário normal, das 6h às 23h20. Ao longo do dia serão entre 15 e 22 trens em circulação, a depender da demanda dos usuários. O horário de pico hoje será na hora no almoço, das 12h às 14h, após o jogo da seleção.

De acordo com o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, os servidores federais poderão optar por assistir às partidas fora do órgão público e depois compensarem as horas não trabalhadas, ou continuarem as suas atividades regularmente nas repartições.

Originalmente, os órgãos públicos ficariam fechados durante os jogos do Brasil na Copa. Apenas serviços essenciais continuariam funcionando. Uma portaria do ministério havia regulamentado que nos dias de jogos pela manhã, os servidores começariam a trabalhar a partir das 14h e, no caso das partidas à tarde, o expediente seria encerrado às 13h. As horas não trabalhadas precisariam ser compensadas.

Mas algumas categorias profissionais entraram na Justiça e conseguiram liminares para continuarem trabalhando durante os jogos, sob o argumento de que a compensação das horas não trabalhadas prejudicaria a rotina de alguns servidores. Os servidores passaram, então, a ter essa opção de continuar as atividades nas repartições. Os horários de dispensa para os que querem assistir aos jogos não foram alterados.

Edição: Maria Claudia

 

Últimas Notícias

Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida
Bolsonaro reitera que decisão sobre médicos cubanos é humanitária

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212