Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Campanha no Facebook tem U$ 19,5 milhões para reunir famílias nos EUA - Jornal Brasil em Folhas
Campanha no Facebook tem U$ 19,5 milhões para reunir famílias nos EUA


Mais de meio milhão de pessoas participaram de uma campanha de arrecadação de fundos realizada no Facebook para reunir crianças separadas dos pais que entraram ilegalmente nos Estados Unidos pela fronteira do México.

Segundo a atualização de hoje (23) o valor angariado pela campanha Reúna um pai imigrante com o filho, já ultrapassa os U$ 19,5 milhões de dólares (R$ 61 milhões). É o maior valor já arrecadado em uma campanha feita pela rede social.

Segundo a porta-voz da rede social Roya Soleimani Winner, mais 500 mil pessoas fizeram doações em prol da reunião das famílias separadas pela política tolerância zero da administração Donald Trump.

A campanha foi criada no sábado (16). Inicialmente com um alvo de U$1,5 mil dólares. Mas a arrecadação foi recorde na rede social com até U$10 mil dólares por minuto.

Organizada dentro da ferramenta chamada Fundraiser, do Facebook, a campanha bateu todas as metas estipuladas. Desde o lançamento, o esforço de arrecadação de dinheiro aumentou regularmente sua meta. Hoje a meta foi alterada para U$25 milhões.

Criadores

A campanha foi criada pelo casal Charlotte Willner e Dave Willner, moradores da Califórnia. Ambos trabalharam no grupo que fundou o Facebook. Eles tomaram a decisão, segundo a imprensa californiana, após ver um foto da menina hondurenha de 2 anos, olhando e chorando para a mãe, enquanto ela era revistada pela patrulha fronteiriça, no Sul do Texas.

Charlote diz que ela e o esposo lembraram-se da própria filha, de 2 anos, ao ver a menina chorando, e decidiram criar a campanha. “Essas não são crianças com as quais não precisamos nos importar. Elas são como nossos filhos ”, disse Charlotte Willner ao San Jose Mercury News, um jornal local da Califórnia.

O dinheiro arrecado será usado para campanhas do Refugee and Immigrant Center for Education and Legal Services, RAICES, uma organização sem fins lucrativos que fornece serviços legais gratuitos para crianças, famílias e refugiados imigrantes no centro e sul do Texas.

Edição: Maria Claudia

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212