Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Primeiro tempo termina com a Bélgica vencendo a Tunísia por 3 a 1 - Jornal Brasil em Folhas
Primeiro tempo termina com a Bélgica vencendo a Tunísia por 3 a 1


O jogo começou na Arena Spartak, em Moscou, com a seleção da Bélgica no ataque, pressionando a saída de bola da Tunísia. A primeira chance belga ocorreu logo no primeiro minuto em uma falta, na entrada da área, batida pelo meia-atacante Kevin De Bruyne, que procurou o cruzamento na área, mas a bola parou nas mãos do goleiro Ben Mustapha.

Em seguida, o time belga teve outra chance com Lukaku, mas o goleiro da Tunísia colocou a bola para escanteio. Aos quatro minutos, Hazard atacou pela direita numa jogada em direção ao gol, mas foi derrubado dentro da área. Juiz Jair Marrufo, depois de consultar o árbitro de vídeo, confirmou o pênalti batido pelo próprio Hazard, que fez 1 a 0 para a Bélgica.

O primeiro ataque da Tunísia ocorreu aos 14 minutos, com Sassi. Ele tentou uma infiltração pela direita, mas acabou caindo na área, e o juiz nada marcou. Sassi reclamou do lance e recebeu o cartão amarelo. Um minuto depois, aos 15 minutos, em uma jogada de contra ataque da Bélgica, o camisa nove Lukaku, avançou pelo meio e, diante do goleiro, bateu cruzado, fazendo 2 a 0 para a equipe belga.

A Tunísia conseguiu fazer seu gol aos 17 minutos. Numa falta cobrada por Khazri, o zagueiro Bronn subiu mais alto que os defensores da Bélgica e cabeceou para as redes, fazendo o primeiro gol tunisiano. Sete minutos depois, Bronn se machuca, entrando em seu lugar Naguez.

A partir dos 27 minutos, a Seleção da Tunísia passou a equilibrar a partida e teve várias chances. Numa delas, Khazri quase empata aos 30 minutos, em um chute forte no ângulo esquerdo de Courtois, que fez uma grande defesa.

A Tunísia teve outra boa chance de gol aos 37 minutos. Ben Youssef chutou forte de fora da área e a bola passou perigosamente perto do ângulo esquerdo de Courtois, que apenas olhou. Aos 40 minutos o tunisiano Siam Ben Youssef sai do campo machucado e é substituído por Benalouane.

Aos 47 minutos, a Bélgica numa jogada de contra-ataque de Kevin De Bruyne, passa para Lukaku, que quase marca. O terceiro gol da Bélgica acontece logo depois, aos 48 minutos, com Lukaku, após assistência De Bruyne, pela direita. Em seguida, o juiz apita o fim do primeiro tempo.

Edição: Aécio Amado

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212