Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Primeiro tempo termina com a Bélgica vencendo a Tunísia por 3 a 1 - Jornal Brasil em Folhas
Primeiro tempo termina com a Bélgica vencendo a Tunísia por 3 a 1


O jogo começou na Arena Spartak, em Moscou, com a seleção da Bélgica no ataque, pressionando a saída de bola da Tunísia. A primeira chance belga ocorreu logo no primeiro minuto em uma falta, na entrada da área, batida pelo meia-atacante Kevin De Bruyne, que procurou o cruzamento na área, mas a bola parou nas mãos do goleiro Ben Mustapha.

Em seguida, o time belga teve outra chance com Lukaku, mas o goleiro da Tunísia colocou a bola para escanteio. Aos quatro minutos, Hazard atacou pela direita numa jogada em direção ao gol, mas foi derrubado dentro da área. Juiz Jair Marrufo, depois de consultar o árbitro de vídeo, confirmou o pênalti batido pelo próprio Hazard, que fez 1 a 0 para a Bélgica.

O primeiro ataque da Tunísia ocorreu aos 14 minutos, com Sassi. Ele tentou uma infiltração pela direita, mas acabou caindo na área, e o juiz nada marcou. Sassi reclamou do lance e recebeu o cartão amarelo. Um minuto depois, aos 15 minutos, em uma jogada de contra ataque da Bélgica, o camisa nove Lukaku, avançou pelo meio e, diante do goleiro, bateu cruzado, fazendo 2 a 0 para a equipe belga.

A Tunísia conseguiu fazer seu gol aos 17 minutos. Numa falta cobrada por Khazri, o zagueiro Bronn subiu mais alto que os defensores da Bélgica e cabeceou para as redes, fazendo o primeiro gol tunisiano. Sete minutos depois, Bronn se machuca, entrando em seu lugar Naguez.

A partir dos 27 minutos, a Seleção da Tunísia passou a equilibrar a partida e teve várias chances. Numa delas, Khazri quase empata aos 30 minutos, em um chute forte no ângulo esquerdo de Courtois, que fez uma grande defesa.

A Tunísia teve outra boa chance de gol aos 37 minutos. Ben Youssef chutou forte de fora da área e a bola passou perigosamente perto do ângulo esquerdo de Courtois, que apenas olhou. Aos 40 minutos o tunisiano Siam Ben Youssef sai do campo machucado e é substituído por Benalouane.

Aos 47 minutos, a Bélgica numa jogada de contra-ataque de Kevin De Bruyne, passa para Lukaku, que quase marca. O terceiro gol da Bélgica acontece logo depois, aos 48 minutos, com Lukaku, após assistência De Bruyne, pela direita. Em seguida, o juiz apita o fim do primeiro tempo.

Edição: Aécio Amado

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212