Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Peritos advertem que medida de Trump é para evitar a migração nos EUA - Jornal Brasil em Folhas
Peritos advertem que medida de Trump é para evitar a migração nos EUA


Um grupo de 11 peritos internacionais da Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou um documento crítico ao recuo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em relação à medida que previa a separação de pais e filhos de imigrantes ilegais no país. “[Meninos e meninas] estão sendo usados como impedimento para a migração irregular, o que é inaceitável.”

Os especialistas afirmam que a última ordem executiva não aborda a situação das crianças que já foram afastadas dos pais e pedem ao governo que liberte essas crianças. “A ordem executiva assinada pelo presidente dos Estados Unidos não resolve a situação de milhares de crianças migrantes separadas à força de seus pais e detidas na fronteira”, diz o documento dos peritos, que advertem que a iniciativa pode levar à detenção indefinida de famílias inteiras violando padrões internacionais.

Punição

Segundo os especialistas, a detenção é punitiva, dificulta severamente o desenvolvimento e, em alguns casos, pode resultar em tortura. Eles afirmam que “as crianças migrantes precisam ser tratadas, em primeiro lugar, como crianças”.

No documento, os peritos ressaltam que as separações das famílias ocorreram sem aviso prévio para que pais e filhos pudessem se comunicar uns com os outros. Destacam ainda que os pais não tiveram informações sobre o paradeiro dos filhos.

“[Estamos] profundamente preocupados com o impacto e o trauma de longo prazo, incluindo o dano irreparável que essas separações forçadas terão sobre as crianças ”, diz o texto, lembrando que havia entre as crianças e os adolescentes alguns com deficiências e que precisam de apoio especializado, assim como bebês em fase de amamentação.

Registros

O grupo de peritos diz que a falta de registro adequado torna o acompanhamento e a reunificação destas crianças um desafio e que existem medos legítimos de que algumas nunca se reencontrem com os pais.

Segundo a nota, a maioria desses migrantes vem de El Salvador, Guatemala e Honduras e está pedindo asilo.

Edição: Sabrina Craide

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212