Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Programa Um Olhar sobre o Mundo debate energia verde do Brasil - Jornal Brasil em Folhas
Programa Um Olhar sobre o Mundo debate energia verde do Brasil


O controle da produção do petróleo já motivou alguns dos maiores conflitos políticos das últimas décadas. Diante de um futuro ameaçado pelas mudanças climáticas causadas pelo uso de combustíveis fósseis, o mundo está depositando cada vez mais esperanças em energias renováveis como a solar e a eólica.

Para analisar sobre esse e outros temas, Moisés Rabinovici convidou o cientista e presidente do Conselho Superior da Fapesp, José Goldemberg, para participar do programa Um Olhar sobre o Mundo, que vai ao ar na segunda-feira (25/6), excepcionalmente, às 22h15, na TV Brasil.

Goldemberg destaca que o Brasil já tem uma posição de destaque no mercado de energia alternativa.

“Quarenta por cento da energia usada no Brasil vem de fontes renováveis. A espinha dorsal da matriz é baseada nas hidrelétricas. Nesse contexto, também se encaixa o etanol, que é produzido a partir da cana-de-açúcar. Ele afirmou que o etanol já tem tem uma enorme participação no consumo de combustíveis no Brasil.”

No entanto, o cientista lembra que essas fontes de energia não são isentas de problemas.

“Devido a pressões ambientais e sociais, as hidroelétricas que vêm sendo construídas nos últimos anos não têm reservatório, portanto funcionam apenas metade do ano.”

Goldemberg acredita que, no caso do etanol, a produção poderia ser maior.

“A quantidade de etanol que há hoje no mundo, somando Brasil e EUA, representa uma proporção bem pequena do que se usa de gasolina.”

Outras fontes de energia renovável que vêm crescendo no Brasil são a eólica e a solar. Goldemberg diz que a energia eólica é a mais promissora no momento, especialmente no Norte do país. A solar, por outro lado, ainda é incipiente.

“Aqui no Brasil [o uso privado de energia solar] ainda está começando, mas já há cerca de 15 a 20 mil residências que fazem isso.”

Em Um olhar sobre o mundo, Moisés Rabinovici e José Goldemberg também discutem o perigo da proliferação das armas nucleares e o papel da Fapesp como fomentadora de inovação no setor privado através do financiamento de startups.

Edição: Maria Claudia

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212