Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Programa Um Olhar sobre o Mundo debate energia verde do Brasil - Jornal Brasil em Folhas
Programa Um Olhar sobre o Mundo debate energia verde do Brasil


O controle da produção do petróleo já motivou alguns dos maiores conflitos políticos das últimas décadas. Diante de um futuro ameaçado pelas mudanças climáticas causadas pelo uso de combustíveis fósseis, o mundo está depositando cada vez mais esperanças em energias renováveis como a solar e a eólica.

Para analisar sobre esse e outros temas, Moisés Rabinovici convidou o cientista e presidente do Conselho Superior da Fapesp, José Goldemberg, para participar do programa Um Olhar sobre o Mundo, que vai ao ar na segunda-feira (25/6), excepcionalmente, às 22h15, na TV Brasil.

Goldemberg destaca que o Brasil já tem uma posição de destaque no mercado de energia alternativa.

“Quarenta por cento da energia usada no Brasil vem de fontes renováveis. A espinha dorsal da matriz é baseada nas hidrelétricas. Nesse contexto, também se encaixa o etanol, que é produzido a partir da cana-de-açúcar. Ele afirmou que o etanol já tem tem uma enorme participação no consumo de combustíveis no Brasil.”

No entanto, o cientista lembra que essas fontes de energia não são isentas de problemas.

“Devido a pressões ambientais e sociais, as hidroelétricas que vêm sendo construídas nos últimos anos não têm reservatório, portanto funcionam apenas metade do ano.”

Goldemberg acredita que, no caso do etanol, a produção poderia ser maior.

“A quantidade de etanol que há hoje no mundo, somando Brasil e EUA, representa uma proporção bem pequena do que se usa de gasolina.”

Outras fontes de energia renovável que vêm crescendo no Brasil são a eólica e a solar. Goldemberg diz que a energia eólica é a mais promissora no momento, especialmente no Norte do país. A solar, por outro lado, ainda é incipiente.

“Aqui no Brasil [o uso privado de energia solar] ainda está começando, mas já há cerca de 15 a 20 mil residências que fazem isso.”

Em Um olhar sobre o mundo, Moisés Rabinovici e José Goldemberg também discutem o perigo da proliferação das armas nucleares e o papel da Fapesp como fomentadora de inovação no setor privado através do financiamento de startups.

Edição: Maria Claudia

 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212