Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 NBR completa 20 anos ampliando disponibilização de conteúdos - Jornal Brasil em Folhas
NBR completa 20 anos ampliando disponibilização de conteúdos


A TV Nacional do Brasil, conhecida como TV NBR, completa 20 anos neste mês. A emissora foi lançada em 13 de junho de 1998, com o objetivo de transmitir os atos do Poder Executivo Federal. Sua existência contribui para a complementaridade do sistema de comunicação brasileiro, formado por meios públicos, privados e estatais, de acordo com a Constituição Federal.

Um dos pioneiros do projeto que levou à fundação da TV NBR, João Carlos González, atual gerente de conteúdos e jornalismo da emissora, diz que a NBR contribui com a sociedade. “A partir do momento que você leva as ações de governo para um público específico e ele chega, de certa forma, por meio da distribuição de imagem e de vídeo, ela já está contribuindo com essa missão, que é levar o conteúdo”, diz. Para ele, a emissora consolidou uma trajetória no país, mas ainda é preciso fazer com que as informações produzidas cheguem ainda mais ao interior e às regiões fronteiriças.

Atualmente, cerca de 200 trabalhadores fazem a NBR. Há 18 anos na emissora, o jornalista Wahby Khalil conta que, no início, a grade de programação era casada com a da TV Nacional, que transmitia o sinal da Radiobrás em Brasília no Canal 2 VHF. Logo após a entrada do novo canal no ar, buscou-se ampliar a cobertura, “para que também levasse para todo o país a diversidade, a cultura, o regionalismo”, relembra Khalil, que explica que isso foi feito por meio de parcerias com emissoras locais.

“Tinha o espaço do Poder Executivo dentro da grade, mas não era 24 horas. O governo tinha seu espaço de hora em hora, um boletim de cinco minutos e também eram veiculadas duas solenidades de governo, às dez da manhã e às três da tarde, que eram as horas das solenidades ao vivo”, detalha. Além da cobertura dos atos oficiais, programas, reportagens especiais e entrevistas sobre políticas públicas passaram a ser projetados.

Programação

Com a criação da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), em 2007, A NBR passou a ser de responsabilidade da EBC Serviços. Hoje a TV NBR leva ao ar 18 horas de programação todos os dias, deixando de ser exibida apenas durante parte da madrugada, entre 0 h e 4 h. Cerca de 60% são conteúdos próprios, e os outros 40% derivam de parcerias, por exemplo com a TV MEC ou com a TV Câmara, segundo o gerente de conteúdos da NBR, João Carlos.

Um dos programas produzidos é o Repórter NBR, boletim jornalístico que apresenta as notícias mais recentes do governo federal e da Presidência da República. Entre os exibidos a partir de parceiras está o Scientia, da Universidade Federal do Paraná, que tem como foco a divulgação da produção científica. Conteúdos educativos também fazem parte do programa Hora do Enem. Há também programas de entrevistas, musicais e outros.

Diante do cenário atual das comunicações, com destaque para a presença da internet, o desafio, agora, é se reinventar. João Carlos diz que trabalha para que a NBR seja uma difusora de conteúdos por meio de múltiplas plataformas. Segundo ele, com as tecnologias é possível agilizar a disponibilização de material para as emissoras de rádio, TV e até de web.

“A gente começou a colocar na nuvem todo o material da NBR. Entrevista, sonora, imagem, pronunciamento, o material que é feito pelo gabinete digital da Secom [Secretaria de Comunicação da Presidência da República], a gente captura tudo em HD [sigla em inglês para alta definição] e disponibiliza na nuvem. Então, hoje, 100% do material que a gente produz é disponibilizado para as emissoras”, aponta González. Ainda neste semestre, um portal disponibilizará tudo o que é produzido pela NBR na web, facilitando o acesso e a distribuição.

A TV pode chegar a todo o Brasil via cabo ou antena parabólica, além de ter sua programação retransmitida por emissoras de sinal aberto em várias localidades do país. A programação também pode ser verificada pela internet.

Edição: Sabrina Craide

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212