Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Investigação policial resultou na prisão de 170 pessoas em MG - Jornal Brasil em Folhas
Investigação policial resultou na prisão de 170 pessoas em MG


­Nos últimos três meses, policiais militares e civis de Minas Gerais prenderam pelo menos 170 pessoas suspeitas de participação em crimes violentos e recorrentes. A maior parte dos presos é de condenados foragidos do sistema prisional ou que deveriam estar presos temporariamente. Por este motivo, as autoridades batizaram a operação de O Regresso.

Entre os mandados judiciais já cumpridos com a ajuda do Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG), há autorizações para prisões temporárias, preventivas e de recaptura. Desde o início das investigações, em abril deste ano, os mandados judiciais vêm sendo cumpridos em todas as regiões do estado, atingindo integrantes de diferentes facções criminosas.

“Trata-se de alvos contumazes na prática de crimes violentos, como homicídio, latrocínio, tráfico de drogas, associação criminosa, roubo com explosão de caixa eletrônico”, assegurou o superintendente de Investigação e Polícia Judiciária da Polícia Civil, delegado Carlos Capistrano, garantindo que os serviços de inteligência das polícias identificaram os alvos da operação como reincidentes de alta periculosidade.

O promotor de Justiça Henrique Nogueira Macedo, coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal do Ministério Público, também afirmou que a operação, intensificada nas últimas semanas, tem como prioridade a detenção de presos que continuam delinquindo.

“Não há sentido em deslocarmos um grande efetivo, empenhando esforços e dinheiro público, para tentar prender alguém desaparecido há anos e de quem não temos notícia, nem indício de que tenha retornado à atividade criminosa”, acrescentou o promotor, revelando que outros suspeitos continuam sendo monitorados e que a operação não se encerra com as 170 prisões.

“São 170 pessoas que regressam às unidades prisionais de Minas Gerais. Alertamos o secretário de segurança pública para que o sistema prisional efetivasse as medidas necessárias para absorver essa população sem maiores transtornos ao sistema prisional”, contou o promotor durante entrevista coletiva, em Belo Horizonte.

Edição: Sabrina Craide

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212