Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 OCDE e FAO: produção agrícola mundial deve crescer 20% em dez anos - Jornal Brasil em Folhas
OCDE e FAO: produção agrícola mundial deve crescer 20% em dez anos


A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) estimam que a produção mundial de produtos agrícolas e pesqueiros cresça 20% na próxima década. O aumento será ainda maior nas regiões em desenvolvimento, como a África Subsaariana, Ásia Meridional e Oriental, Meio Oriente e Norte da África. Movimento oposto deve ocorrer nos países desenvolvidos.

A projeção está no estudo “Perspectiva Agrícola da OCDE-FAO 2018-2027”, divulgado hoje (3), que traz uma análise detalhada sobre as expectativas para os próximos dez anos a partir do que ocorreu na última década.

De acordo com o relatório, a produção agrícola global cresce de forma constante, conseguindo atingir níveis recordes, em 2017, no caso de tipos específicos de cereais, carne, lácteos e peixes. Porém, a manutenção deste cenário envolve o incentivo do comércio agrícola, fundamentado em políticas específicas para o setor.
Segurança alimentar

Para especialistas, a segurança alimentar depende de estímulos à produção e ao comércio agrícola. Na divulgação do estudo, o secretário-geral da OCDE, Angel Gurría, e o diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, ressaltaram a importância de adoção de políticas específicas para o setor como forma de assegurar alimentos à população.

Gurría e Graziano disseram ainda que, apesar da projeção de aumento da produção, há uma tendência de queda da demanda mundial. Eles atribuem a desaceleração da demanda ao declínio gradual nas taxas de crescimento da população global.

Oriente e África

O relatório foca no Oriente Médio e no Norte da África que enfrentam problemas de insegurança alimentar, aumento da desnutrição e limitações no manejo de recursos naturais. De acordo com o estudo, a desnutrição se concentra em áreas tomadas pelos conflitos e instabilidade política.

Independentemente das dificuldades, a demanda por alimentos aumenta rapidamente nessas regiões em decorrência do crescimento populacional, principalmente para o consumo de trigo, açúcar e gordura, provocando um outro desafio: vencer o sobrepeso e a obesidade.

Espera-se um forte crescimento da produção em regiões em desenvolvimento com um crescimento populacional mais rápido, incluindo a África Subsaariana, o sul e o leste da Ásia e o Oriente Médio e Norte da África.
Queda

No estudo, a avaliação é que o crescimento da produção agrícola e de pescados seja menor nos países desenvolvidos, principalmente na Europa Ocidental. A previsão é de enfraquecimento da demanda global associado ao declínio do crescimento populacional, desacelerando o consumo por pessoa e a demanda por produtos de origem animal, especialmente carne.

A partir desta análise, a estimativa é que a queda do consumo de carne iniba a demanda por cereais e farinha de proteína usada na alimentação animal. Com o consumo e o crescimento da produção mais lentos, a tendência é de o comércio agrícola e de peixes reduzir à metade na próxima década em comparação ao mesmo período passado.
Sem alterações

O relatório informa ainda que a demanda por cereais e óleo vegetal para a produção de biocombustíveis deverá permanecer praticamente inalterada nos próximos dez anos, diferentemente do que ocorreu na última década. O destaque é para a expansão dos biocombustíveis para mais de 120 milhões de toneladas adicionais de cereais, sobretudo, milho.

De acordo com o estudo, a falta de apoio dos países desenvolvidos aos biocombustíveis ocorre em oposição ao que há entre os em desenvolvimento que devem estimular sua expansão. Segundo o relatório, o uso de cana-de-açúcar para a produção de biocombustíveis deve aumentar.

Edição: Sabrina Craide

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212