Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Temer: agricultura e agronegócio são sustentáculos de qualquer governo - Jornal Brasil em Folhas
Temer: agricultura e agronegócio são sustentáculos de qualquer governo


Ao participar hoje (3) de cerimônia em que o Banco do Brasil anunciou o financiamento de R$ 103 bilhões para a safra agrícola 2018/2019, o presidente Michel Temer destacou a importância do agronegócio para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

“A agricultura e o agronegócio são fortes sustentáculos de qualquer governo. Neste último governo, ouso dizer que o agronegócio e a agricultura progrediram enormemente e, assim, puderam assegurar até um PIB. Quando entrei no governo, o PIB anterior era menos 3,6%. Sempre tive uma colaboração do agronegócio e da agricultura.” Temer lembrou que o setor é de fundamental importância para a geração de empregos.

O presidente ressaltou a parceria da equipe de governo na elaboração do Plano Safra. “Temos uma equipe muito entrosada porque, muitas vezes, em um governo, cada um quer cuidar de si. Aqui, cuidamos coletivamente do governo. A orquestra não desafina, precisamente quando ela se une, se alia”, disse.

Dos R$ 103 bilhões destinados pelo Banco do Brasil para o financiamento da safra agrícola 2018/2019, R$ 11,5 bilhões são para as empresas da cadeia do agronegócio e R$ 91,5 bilhões em crédito rural aos produtores e cooperativas.

Plano Safra

Os recursos a serem liberados pelo banco estão dentro dos R$ 194 bilhões do Plano Safra anunciado pelo governo no dia 6 de junho. O Banco do Brasil é o principal agente de financiamento da agricultura brasileira, respondendo por 60% do crédito disponível para o setor.

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, disse que o agronegócio é “a cara do Brasil que dá certo” e “continua crescendo e trazendo benefícios para a população. Guardia ressaltou a importância das ações tomadas pelo governo para garantir a retomada do crescimento sustentado do país.

“O governo fez sua parte, avançou nas reformas, permitiu a estabilidade macroeconômica, a retomada do crescimento e é isso que vai assegurar as condições de crescimento sustentável daqui para a frente. Isso é fundamental para que possamos preservar toda as conquistas que tivemos ao longo desses últimos dois anos”, afirmou.

O presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffarelli, afirmou que o valor a ser disponibilizado é 21% maior do que o ofertado na safra 2017/2018, que foi de cerca de R$ 85 bilhões “O Banco do Brasil está presente em todos os municípios no que diz respeito ao agronegócio brasileiro.”

Edição: Maria Claudia

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212