Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Desnuclearização pode fracassar após reunião com secretário dos EUA - Jornal Brasil em Folhas
Desnuclearização pode fracassar após reunião com secretário dos EUA


Após a visita de dois dias do secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, à Coréia do Norte, Pyongyang disse neste sábado (6), por meio de um comunicado, que a decisão de abandonar seus programas nucleares pode fracassar. As declarações do governo norte-coreano contrapõem-se às informações repassadas por Pompeo. Após visitar o país, ele disse que as negociações pela “desnuclearização estão em progresso em quase todas as questões-chave.

O comunicado norte-coreano, divulgado pela agência oficial de notícias KCNA, informa que os Estados Unidos se opuseram ao espírito da cúpula ao pressionar unilateralmente o país a abandonar suas armas nucleares. As diferentes reações após a visita de Pompeo à Pyongyang colocam mais uma vez em dúvida o sucesso das negociações pela desnuclearização da península coreana.

A visita foi a primeira de Pompeo à Coréia do Norte, após a cúpula de Donald Trump e Kim Jong-un em Cingapura, no mês de junho. O objetivo da viagem de Pompeo a Pyongyang era definir detalhes para pôr em prática o compromisso firmado pela Coreia do Norte, em prol de sua desnuclearização. Antecipamos que o lado norte-americano viria com uma ideia construtiva, pensando que receberíamos algo em troca, disse o comunicado norte-coreano.

O texto diz que a confiança entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos enfrentam uma situação perigosa. Nossa determinação para a desnuclearização, que tem sido firme e firme, pode falhar, destaca o comunicado.

Na Coreia do Norte, o secretário de estado reuniu-se com Kim Yong-chol, o braço direito do líder norte-coreano, Kim Jong-un. Após o primeiro dia de encontros ontem (6), Pompeo deu algumas declarações, ao afirmar que um extenso cronograma pelo desarmamento foi debatido entre as partes.

Essas são questões complicadas, mas fizemos progressos em quase todas as questões centrais, em alguns lugares um grande progresso, em outros lugares ainda há mais trabalho a ser feito, afirmou Pompeo, antes de a Coreia do Norte ter feito o comunicado.

O Departamento de Estado, a Casa Branca e o presidente Donald Trump ainda não comentaram as declarações de Pyongyang.

Edição: Talita Cavalcante

 

Últimas Notícias

Saúde libera recursos para atender moradores da região de Brumadinho
Justiça determina prisão preventiva de acusado de espancar paisagista
Irmão de mulher espancada diz que ainda está chocado com a violência
Flamengo pede mais prazo para decidir sobre indenização de vítimas
Profissionais que atuaram em Brumadinho serão monitorados
Auditores descobrem 158 Kg de cocaína na fronteira com a Bolívia
Governo determina medidas de precaução para barragens em todo o país
Bolsonaro irá ao Congresso entregar texto da reforma da Previdência

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212