Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Aos gritos de bicampeã, franceses comemoram vitória no Rio - Jornal Brasil em Folhas
Aos gritos de bicampeã, franceses comemoram vitória no Rio


O bicampeonato mundial da França na Copa do Mundo foi muito comemorado por franceses e brasileiros que torciam pelo time contra a Croácia, neste domingo (15), no Rio. Uma torcida no início tensa, pela maior iniciativa croata desde o começo da partida, aos poucos foi se soltando e vibrando com o time da França.

Reunidos na sede da Aliança Francesa, em Botafogo, cerca de 70 pessoas viram a convincente vitória francesa, aos gritos de “bicampeão”, a partir do quarto gol. “Eu sabia que ia ser difícil, pois a Croácia queria muito ser campeã. Eles tiveram muita garra. Mas a França demonstrou espírito de equipe. É um time novo, que poderá ser tricampeã daqui a quatro anos”, comemorou Thomas Fischi, analista de sistemas, que mora no Brasil há seis anos.

“Foi fantástico. No início do jogo, não gostei muito, porque a França estava meio devagar. Mas depois ela acelerou e foi muito bonito. Foram seis gols na partida”, disse a professora de francês Violene Muller.

Mesmo com a derrota, a Croácia foi lembrada pelo heroísmo e garra em campo, no melhor estilo da diplomacia francesa, pelo diretor de marketing da Aliança, Luiz Carvalho. “Já foi uma vitória a Croácia chegar à final, um verdadeiro ato de heroísmo”, disse Luiz.

Enquanto a torcida vibrava na frente dos dois telões instalados dentro do prédio, na calçada, o peruano Claudio Alberto Pariona vibrava com suas vendas de bandeiras, chapéus e camisetas com as cores francesas, que estavam ajudando a reduzir o prejuízo que ele teve com os produtos verde-amarelo, que encalharam após a desclassificação do Brasil.

“O Brasil me deu o maior prejuízo. Ficou tudo encalhado. Perdi quase R$ 4 mil. Agora é comemorar com a França”, disse o camelô.

Torcida da Croácia

Pela primeira vez em uma final de Copa, a torcida croata esperava levar o troféu do Mundial da Rússia. Em São Paulo, a comunidade croata se reuniu na Sociedade Amigos da Dalmácia, reduto dos croatas na cidade, localizada no tradicional bairro da Mooca para assistir ao jogo. Cerca de mil pessoas estiveram no local vendo a disputa.

De acordo com a Sada, há cerca de 45 mil croatas e brasileiros de origem croata, e eles estão radicados em sua maioria no estado de São Paulo. Os croatas começaram a chegar ao Brasil no início do século XX e a trabalhar, em sua maioria, em fazendas de café antes de fixarem-se na cidade de São Paulo.

* Colaboraram Ludmila Souza, de São Paulo, e TV Brasil

Edição: Carolina Pimentel

 

Últimas Notícias

Receita paga hoje as restituições do último lote do IRPF 2018
Mercado mantém estimativa de inflação em 3,71% este ano
BC anuncia que atividade econômica cresce 0,02% em outubro
Embraer e Boeing aprovam termos para fusão
Leilão da Ceal é adiado para o dia 28 de dezembro
Tesouro quitou no ano R$ 4,19 bi de estados e municípios inadimplentes
Paulo Guedes diz que pretende cortar até 50% das verbas do Sistema S
Com intervenção do BC, dólar começa semana em queda

MAIS NOTICIAS

 

Paulo Guedes diz que pretende cortar até 50% das verbas do Sistema S
 
 
Documentos de Ghosn são recolhidos de apartamento em Copacabana
 
 
COP24: países definem regras para implementar Acordo de Paris
 
 
Crise na Nicarágua se agrava, diz Comissão de Direitos Humanos da OEA
 
 
Regulamentação do mercado de carbono será decidida somente na COP 25
 
 
Coreia do Norte adverte EUA que sanções podem impedir desnuclearização

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212