Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Aneel aprova reajuste em contas de luz em 11 cidades do interior do RS - Jornal Brasil em Folhas
Aneel aprova reajuste em contas de luz em 11 cidades do interior do RS


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje (17) o reajuste tarifário anual de quatro distribuidoras de energia que operam no interior do Rio Grande do Sul. As novas tarifas passarão a ser cobradas a partir de 22 de julho e vão incidir sobre 68,7 mil unidades consumidoras no estado.

O maior reajuste será aplicado aos consumidores atendidos pela MuxEnergia, que fornece energia para 11,5 mil unidades consumidoras nas cidades de Tapejara e Ibiaçá. Para estes consumidores o aumento tarifário médio será 17,92%, dos quais 20,97% para os consumidores conectados em alta tensão e de 15,92% para os clientes em baixa tensão, com impacto de 15,9% para os consumidores residenciais.

O segundo maior aumento recairá sobre as unidades atendidas pela concessionária Eletrocar que fornece energia para cerca de 37 mil unidades consumidoras nos municípios de Carazinho, Coqueiros do Sul, Chapada, Santo Antonio do Planalto, Colorado e Selbach. O aumento tarifário médio aprovado pela Aneel foi 17,80%. Para os consumidores de alta tensão, o impacto médio nas tarifas será 23,59%. Já para os consumidores atendidos na baixa tensão, o reajuste médio será 15,40%, com impacto de 15,36% para os consumidores residenciais.

Para as cerca de 18,3 mil unidades consumidoras nos municípios de Panambi e Condor atendidas pela Hidropan, o reajuste médio nas tarifas será de 10,63%, sendo 12,36% em média para os consumidores atendidos em alta tensão e de 9,68% na média para a baixa tensão, com impacto de 9,66% para os consumidores residenciais.

A Aneel aprovou ainda o reajuste anual do Departamento Municipal de Energia de Ijuí (Demei), que atende 32,7 mil unidades consumidoras no município de Ijuí. Para os consumidores atendidos pela distribuidora, o aumento médio será 12,47%, com efeito médio de 13,43% nas tarifas da alta tensão e de 12,25% para os consumidores em baixa tensão, com efeito de 12,23% para os consumidores residenciais.

De acordo com a Aneel, ao calcular o aumento nas tarifas, conforme prevê os contratos de concessão, foram levados em conta a variação de custos associados à prestação do serviço. “O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais”, disse a Aneel.

Edição: Fábio Massalli

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212