Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Cabo Verde assume presidência rotativa da CPLP - Jornal Brasil em Folhas
Cabo Verde assume presidência rotativa da CPLP


O presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos de Almeida Fonseca, assumiu o comando da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), antes sob mandato do presidente do Brasil, Michel Temer. O mandato é de dois anos e cobrirá o período de 2018 a 2020. O tema em discussão será “As Pessoas. A Cultura. Os Oceanos”.

Temer e os demais presidentes e primeiros-ministros dos países-membros da CPLP ressaltaram que o tema tem associação total com o que foi discutido durante a gestão brasileira – “A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável” – no que se refere ao uso adequado e de acordo com a preservação ambiental dos oceanos e recursos marinhos.

As metas para o próximo período da CPLP e os trabalhos concluídos estão sintetizados na Declaração de Santa Maria, com 21 páginas, assinada por Temer e pelos demais presidentes dos demais países-membros da comunuidade, na Ilha do Sol, em Cabo Verde.

Durante 12ª Conferência de chefes de Estado e de governo da CPLP, os presidentes assinaram quatro declarações: sobre pessoas e mobilidade, língua portuguesa, cultura e indústria criativa e mares e oceanos. Foram assinados também resoluções sobre o Plano de Ação de Díli e medidas relativas à sustentabilidade.

No encerramento da conferência, os presidentes e primeiros-ministros comemoraram a eleição da deputada federal brasileira Mara Gabrilli (PSDB-SP) para o Comitê sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (CDPD) na ONU (Organização das Nações Unidas), com mandato de 2019 a 2022, e do português António Vitorino para o cargo de diretor-geral da Organização Internacional das Migrações (OIM), também nas Nações Unidas.

Integração com a ONU

Em breve entrevista a jornalistas, após a reunião da CPLP, o presidente Michel Temer disse que a reunião representou uma oportunidade de troca de experiências entre chefes de governo e de Estado sobre a integração entre os países da comunidade.

“O que se verificou foi o tratamento de temas que interessam ao Brasil e aos países integrantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, especialmente nesse período em que nós fizemos uma integração da ONU [Organização das Nações Unidas] com a CPLP, quando colocamos a agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável”, disse Temer.

Mandela

Ao assinar nesta quarta-feira a Declaração de Santa Maria, Temer e os presidentes e primeiros-ministros homenagearam o ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, que comemoraria hoje 100 anos.

Eles ressaltaram o legado político de Mandela e sua dedicação à defesa dos direitos humanos, da igualdade e da liberdade. A homenagem está na Declaração de Santa Maria, assinada durante a 12ª Conferência de chefes de Estado e de governo da CPLP.

Comunidade

Criada em 1996, a CPLP é integrada por nove países: Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Além dos países-membros, também há países associados que não têm o português como língua principal, mas mantêm assento no fórum para discutir os projetos de desenvolvimento e cooperação. São associados: Mauricio, Senegal, Geórgia, Japão, Namíbia, Turquia, Eslováquia, Hungria, República Checa e Uruguai, e mais nove países serão aprovados para a comunidade.

Texto e título alterados às 16h10, do dia 18/07/2018, para ajuste de informação/Texto ampliado às 16h46

Edição: Nádia Franco

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212