Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Ministro diz que está na hora de concluir acordo entre Mercosul e UE - Jornal Brasil em Folhas
Ministro diz que está na hora de concluir acordo entre Mercosul e UE


Ao participar, hoje (25), de evento em Joanesburgo, na África do Sul, o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, disse que a negociação de um acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia já “dura bastante tempo e está na hora de ser concluída”.

Aloysio Nunes está em Joanesburgo para a reunião da 10° Cúpula do Brics, grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, e falou sobre comércio e investimentos no bloco em evento na manhã de hoje (25). O ministro reafirmou que o Mercosul está empenhado em negociar acordos comerciais e de investimentos com outros blocos, citou a negociação com a União Europeia.

“Iniciamos a negociação entre o Mercosul e o Canadá; Mercosul e Cingapura, foi lançada dois dias atrás; Mercosul e Coreia do Sul, negociação com os países do Efta. Há uma negociação que já dura bastante tempo e que já está na hora de ser concluída, que é entre o Mercosul e a União Europeia”, disse.

As negociações entre os dois blocos começaram há 18 anos e ainda não há um consenso para encerrar as discussões. Na semana passada, ministros se reuniram em Bruxelas para tratar do acordo. Uma nova rodada de discussões ocorrerá na primeira quinzena de agosto, em Montevidéu, com os ministros dos países do Mercosul e os comissários europeus de Comércio e Agricultura.
Protecionismo

O ministro Aloysio Nunes manifestou preocupação com comportamentos protecionistas no comércio exterior, e citou os Estados Unidos. “Ao mesmo tempo que o protecionismo ganha enorme força, especialmente a partir da política atual do governo dos Estados Unidos, vemos também com muita preocupação o surgimento de nacionalismo que vem muitas vezes acompanhado de xenofobia, restrição a intercâmbio econômico e entre as pessoas”, disse.

Ele disse que o Brasil e os países do Brics se colocam na contracorrente dessas tendências e devem manifestar liderança e protagonismo na defesa do comércio sujeito a regra e do multilateralismo de maneira geral.

Brics

Na avaliação do ministro Aloysio Nunes, é preciso ampliar o comércio entre os países do Brics com medidas como a construção pelos governos de um quadro jurídico que facilite investimentos e incentivar o entendimento entre os empresários dos países do bloco.

A 10 ª Cúpula do Brics começa hoje (25) e segue até a sexta-feira (27) com a presença de líderes e delegados dos países do bloco. O presidente Michel Temer chega hoje a Joanesburgo e participa de jantar em homenagem aos chefes de Estado e de governo do Brics.

Edição: Fernando Fraga

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212