Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Venda da Cepisa vai acabar com o apartheid energético, diz ministro - Jornal Brasil em Folhas
Venda da Cepisa vai acabar com o apartheid energético, diz ministro


O ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, avaliou hoje (26) que a venda da Companhia Energética do Piauí (Cepisa), distribuidora da Eletrobras, vai acabar com o apartheid energético no país. Venceu a única proponente, a Equatorial Energia S.A., no leilão executado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), na B3, bolsa de valores de São Paulo.

“Temos as regiões Norte e Nordeste com uma energia de qualidade mais baixa, pagando um preço mais caro, em condições de abastecimento totalmente diferenciadas do resto do país. Isso não é saudável”, disse o ministro.

Romeu Rufino, diretor geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), prevê que ocorrerá um desconto tarifário inicial de 8,52%, tendo em vista o desequilíbrio de custos identificado na concessão atual da distribuidora. Além disso, a vencedora do leilão terá de devolver a outorga de R$ 95 milhões à União.

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Ronaldo Fonseca, disse que o leilão foi um sucesso. “A iniciativa privada está somando com o governo para melhorar a vida dos usuários do Piauí”, disse. “O consumidor terá um serviço com mais qualidade e com preço razoável, isso é o que o governo queria”.
Resistência

O presidente da Equatorial Energia, Augusto Miranda, disse que a resistência dos trabalhadores contra a privatização é natural. E citou exemplos da atuação da empresa no Pará e Maranhão, onde houve essa transição. “O processo foi muito tranquilo, de diálogo com os sindicatos, que são muito aguerridos. Mas a gente conseguiu estabelecer um diálogo muito sério, mostrar os benefícios”, disse.

Leilão

No leilão, seria considerada vencedora a proponente que oferecesse o lance com maior índice de deságio na flexibilização tarifária, que deveria ser acima de zero. A Equatorial Energia SA ofereceu, em envelope lacrado, o índice de 119 pontos.

A Cepisa foi a primeira das seis distribuidoras da Eletrobras a ser privatizada. No último dia 18, o BNDES havia afirmado que manteria a realização do leilão no dia 26, após uma decisão judicial ter suspendido uma liminar que impedia o leilão das subsidiárias da Eletrobras.

Edição: Fernando Fraga

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212