Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Flip: homenagem destaca Hilda que fez valer direito de ser diferente - Jornal Brasil em Folhas
Flip: homenagem destaca Hilda que fez valer direito de ser diferente


O clima transcendental da obra de Hilda Hilst, sua inventividade e seu clamor por leitores ganharam forma na abertura da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), com a atriz Fernanda Montenegro lendo trechos de seus textos e a compositora Jocy de Oliveira apresentando óperas em homenagem à escritora.

O público lotou o auditório da Flip e também a tenda montada na Praça da Matriz para quem quiser acompanhar as mesas de graças no Centro Histórico de Paraty. Sem lugar em ambos os espaços, outra parte do público se espremeu embaixo das árvores e telhados dos sobrados do Centro Histórico de Paraty, quando a chuva fina se tornou mais forte, ainda nos primeiros momentos da apresentação da atriz.

Fernanda Montenegro fez uma leitura vigorosa e intensa de textos da escritora. Leiam-me. Não me deixem morrer, clamava em um dos trechos. Em outro, Hilda confessava que escrevia por debilidade, em uma tentativa de se aproximar do outro - tentativas essas que renderam suas obras de ficção e dramaturgia. A distância ainda era muito grande, desabafou. Na voz de Fernanda Montenegro, Hilda Hilst narrou que sempre se sentiu diferente, pois havia nela uma grande compaixão pela vida e pelo mundo, por ter sempre diante de si a perspectiva da finitude e da morte.

Trechos pornográficos e bem humorados também permearam a leitura da atriz, que arrancou risadas do público com um texto que narra a criação de um exército de extermínio formado por velhinhas, que cutucariam as nádegas dos poderosos e corruptos.

Fernanda terminou a leitura de pé, exaltando a escritora, que é de sua geração. Maravilhosa Hilda Hilst! Inesgotável Hilda Hilst!, exclamou emocionada.

O segundo ato da homenagem de abertura teve duas óperas da compositora multimídia Jocy de Oliveira, pioneira do gênero no Brasil. Duas sopranos apresentaram primeiro a peça Ouço vozes que se perdem nas veredas que encontrei, composta por Jocy em 1981.

A compositora leu um texto de homenagem a Hilda Hilst e destacou primeiro o caráter místico de sua obra e suas tentativas de contato com o mundo dos mortos quando se isolou em uma chácara em São Paulo, chamada de A Casa do Sol. Hilda Hilst espalhava gravadores pela casa na tentativa de captar vozes do além, e a morte era tema frequente em sua obra. Em um segundo momento, Jocy destacou a inventividade da literatura de Hilda e a ousadia de ser uma mulher disposta a escrever sem pudores no Brasil de sua época.

Hilda fez valer seu direito de ser diferente, viveu intensamente enfrentando os paradigmas de sua época, disse ela. São muitas as Hildas. Ela encarna um universo poético único e nos representa como mulheres. A força perturbadora e inebriante de sua escrita nos cativa pela fluidez e pela riqueza de imagens e profundidade de seu pensamento. Nós, mulheres, somos todas Hilda.

Para terminar, Jocy elencou a uma ópera de sua autoria que retrata a história de Medeia, clássico da tragédia grega. Com um ponto de vista político, a composição enfocou uma Medeia imigrante, discriminada e considerada terrorista pelos homens de seu tempo. Questões extremamente pertinentes no mundo atual, pontou a compositora.

*O Repórter viajou a convite da empresa EDP, patrocinadora da Flip 2018.

Edição: Valéria Aguiar

 

Últimas Notícias

Atos em Brasília marcam os 50 anos da Receita Federal
Temer pede que brasileiros reflitam sobre questão racial
Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
Dia da Consciência Negra é comemorado no Rio com homenagem a Zumbi
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212