Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Brics pode ajudar na prevenção de uma guerra comercial, diz ministro - Jornal Brasil em Folhas
Brics pode ajudar na prevenção de uma guerra comercial, diz ministro


O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, disse nesta sexta-feira (27) que a cooperação entre os países do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) pode ajudar a na prevenção de uma possível guerra comercial que tem ameaçado o mundo. O crescente protecionismo econômico de alguns países desenvolvidos foi um dos temas mais discutidos na 10ª Cúpula do Brics, em Joanesburgo.

“[O Brics] são cinco países importantes, países chaves em seus respectivos continentes, que trabalhando na coordenação de suas ações e discursos, poderá, sem dúvida nenhuma, ser um movimento que possa deter essa tendência que é muito preocupante”.

Aloysio Nunes alertou que o desencadeamento e a generalização de uma guerra comercial global poderá ter consequências diretas sobre a geração de emprego e renda de todos os países, incluindo o Brasil.

O ministro ressaltou que o Brics está pronto para negociar com os Estados Unidos e outros países as mudanças nas regras impostas pela Organização Mundial do Comércio (OMC), no sentido de tornar as decisões mais ágeis e representativas, mas defendeu que se preserve os mecanismos de cooperação e de solução de controvérsias, consideradas essenciais para o funcionamento da OMC.

Acordos

O ministro disse que o Brasil foi contemplado com os acordos assinados durante a cúpula de Joanesburgo, que começou na última quarta-feira (25). Entre os acordos destacados por Nunes está o que permite a instalação de um escritório regional no Brasil do Novo Banco do Desenvolvimento, banco do Brics para financiar projetos de infraestrutura.

“Firmamos este acordo e as providências serão tomadas imediatamente para instalação, começando com a sede em São Paulo”, disse.

Aloysio Nunes também destacou a criação de um centro de pesquisa e produção de vacinas e a assinatura de um protocolo de entendimento sobre aviação regional. “Esta também é uma iniciativa importante, porque o Brasil, como nós sabemos, tem uma experiência, tem a Embraer, que é muito conceituada no fornecimento de aviões para aviação regional, e isso vai nos permitir termos uma cooperação no sentido de estabelecer padrões, normas, que favoreçam a uniformização desse mercado”, disse.

O ministro citou ainda a ideia levantada pelos chefes de Estado de ampliar a cooperação entre os países do bloco na área de cinema, música e esporte. Para Aloysio Nunes, o setor cultural, além de promover maior integração entre os povos, tem grande relevância econômica.

Edição: Fernando Fraga

 

Últimas Notícias

Bolsonaro participa no Chile de Cúpula Presidencial Sul-Americana
Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212