Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Macri critica escalada de medidas unilaterais e pede consenso - Jornal Brasil em Folhas
Macri critica escalada de medidas unilaterais e pede consenso


O presidente da Argentina, Mauricio Macri, criticou hoje (27) na cúpula dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) a escalada de medidas unilaterais no mundo. Segundo ele, deve haver um esforço coletivo em busca da construção de consensos que acomodem as diferenças.

A escalada de medidas unilaterais e de represálias têm um potencial impacto sistêmico no crescimento e exercem pressão sobre a eficácia do multilateralismo, ressaltou Macri no terceiro e último dia da cúpula, em Johanesburgo (África do Sul).

O presidente argentino apoiou assim a postura do bloco de potências emergentes na cidade sul-africana, que condenaram, sem citar diretamente os Estados Unidos, mas em clara alusão a esse país, o protecionismo e o unilateralismo imposto por Donald Trump, presidente dos EUA.

Devemos ser capazes de construir consensos que acomodem as diferenças e impulsionem os interesses comuns, pediu o chefe de Estado argentino em uma sessão de trabalho dos Brics com outros países emergentes e em desenvolvimento, como a Argentina.

É momento de fortalecer a governança global, com franqueza, mas com respeito, com princípios e com soluções práticas, ressaltou Macri. O multilateralismo não é, nem deve ser, um ritual de fotos para a imprensa, mas um seguro contra a discricionariedade do poder e um compromisso com a coexistência global à qual estamos destinados.

Edição: Valéria Aguiar

 

Últimas Notícias

Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar
Conselho Europeu aceita prorrogar saída do Reino Unido para maio

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212