Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Polícia investiga no Rio sumiço de medalha de “Nobel de matemática” - Jornal Brasil em Folhas
Polícia investiga no Rio sumiço de medalha de “Nobel de matemática”


Um dos quatro premiados com a medalha Fields, considerada o Prêmio Nobel da Matemática, pode ter tido a medalha furtada. A pasta com o prêmio, entregue na manhã de hoje (1º) ao iraniano Caucher Birkar desapareceu no Congresso Internacional de Matemáticos (ICM 2018), no Rio de Janeiro. O ocorrido foi confirmado há pouco pela organização, que já acionou a polícia sobre o caso. O evento é realizado no Riocentro, na zona oeste da capital carioca.

Sem dar detalhes do episódio, a organização do congresso disse, por meio de nota, que lamenta profundamente o desaparecimento da pasta do matemático. A medalha Fields é toda feita de ouro, pesa 14 quilates e equivale a C$ 5,5 mil (dólares canadenses, quantia equivalente a R$ 15,8 mil). A imagem impressa em uma das faces é de Arquimedes, um dos mais renomados matemáticos gregos da Antiguidade Clássica.

Segundo o G1, o professor Birkar deixou a medalha junto com a carteira e o celular, em uma pasta em cima de uma mesa. Depois de notar o furto da mesma, recorreu aos seguranças, que encontraram a pasta jogada, só com o celular dele. Para ajudar a desvendar o ocorrido, as imagens do circuito de segurança também são analisadas.

O medalhista, que foi morar no Reino Unido como refugiado, é hoje professor da Universidade de Cambridge, onde se destacou por pesquisas e avanços na geometria algébrica. Nascido em um vilarejo curdo, Birkar buscou asilo político depois de formado na Universidade de Teerã, a mais antiga do Irã. Ele é da mesma região em que viveram, séculos atrás, os matemáticos Omar Caiam (1048 – 1131) e Sharaf al-Din al-Tusi (1135-1213).

A Medalha Fields é entregue a cada quatro anos. São escolhidos quatro pesquisadores com menos de 40 anos para receber o prêmio.

Edição: Davi Oliveira

 

Últimas Notícias

Instituições financeiras reduzem previsão de déficit primário em 2018
Valor do seguro obrigatório cairá 63,3% em 2019
Eletrobras: suspensão de leilão se estende a Amazonas Energia
BNDES voltará a subscrever ações de empresas
Juros do cheque e empréstimo pessoal em 2018 foram menores que em 2017
São Paulo fecha ano com 9,9 milhões de empregos formais no comércio
Governo libera 100% de capital estrangeiro nas aéreas nacionais
BNDES fecha o ano com desembolsos de R$ 71 bilhões

MAIS NOTICIAS

 

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
 
 
Câmara aprova incentivos fiscais a Sudene, Sudam e Centro-Oeste
 
 
Governadores discutem hoje segurança pública; Moro deve participar
 
 
Doria diz a Moro que estados precisam de recursos para a segurança
 
 
João de Deus afirma estar à disposição da Justiça
 
 
CGU recupera R$ 7,23 bilhões para os cofres públicos este ano

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212