Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Aug de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Ministro quer que decisão sobre Embraer fique para depois da eleição - Jornal Brasil em Folhas
Ministro quer que decisão sobre Embraer fique para depois da eleição


O ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, disse hoje (1º) considerar como melhor cenário que a fusão da Embraer e da Boeing seja tratada após o período eleitoral. A avaliação foi feita após a assinatura da nova edição do Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (Pese), projeto coordenado pelo Comando da Aeronáutica.

De acordo com o ministro, tratar da questão durante as eleições poderia prejudicar as negociações. “Se isso for trazido agora, entendemos que isso pode embolar alguma coisa ou dificultar as negociações. É o nosso entendimento”, afirmou.

“Imaginamos que as pessoas que estão tratando desse assunto tenham a sensibilidade de trazer esse tema ao governo depois de passado o período [eleitoral]. Então, lá pelo mês de novembro, final de outubro”, disse o ministro.
O ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, fala à imprensa durante cerimônia de assinatura do Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE).

O ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, falou à imprensa após cerimônia de assinatura do Programa Estratégico de Sistemas Espaciais - Valter Campanato/Agência Brasil

A fusão das duas empresas foi anunciada no dia 5 de julho, quando a Boeing confirmou em memorando que negociava com a Embraer. Na ocasião, foi divulgado que a companhia norte-americana ficaria com 80% da divisão de jatos comerciais da Embraer ao custo de US$ 3,8 bilhões.
Golden share

Antes da finalização das negociações, o governo brasileiro tem que ser consultado para emitir opinião sobre o negócio, por deter ações especiais da Embraer, chamadas de “golden share”. O prazo para a consulta é de 30 dias após a confirmação das negociações.

Em razão da venda da Embraer, o governo constituiu um grupo de trabalho envolvendo os ministérios da Defesa (com o comando da Aeronáutica), Fazenda e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para acompanhar as negociações entre a empresa e a Boeing.

De acordo com o ministro, esse grupo ainda não recebeu nenhuma proposta concreta de negócio. “Esse tema ainda não chegou ao governo para decisão, portanto o grupo de trabalho ainda não foi convidado a se manifestar”, disse Silva e Luna.

O ministro afirmou ainda que o Ministério da Defesa tem se preocupado com a preservação da soberania e com a defesa da capacidade tecnológica alocada em projetos militares alavancados pela Embraer.

“O que interessa nas Forças Armadas é a governança dos projetos de defesa. Preocupa a questão da soberania. O ministério defende que os projetos em que a Embraer está envolvida e que são da parte de defesa sejam preservados com 100% de participação do Brasil”, disse.

Edição: Davi Oliveira

 

Últimas Notícias

PF deflagra ação contra tráfico de pessoas e trabalho escravo em SP
MME quer facilitar a importação de energia da Argentina e do Uruguai
Aumento de benefícios a produtor rural pode ser vetado, diz secretário
Justiça afasta presidente da Escola de Samba Acadêmicos do Salgueiro
Amoêdo defende 65 anos para aposentadoria e novas regras para o mínimo
Gabaritos do Encceja já estão disponíveis no site do Inep
Começou hoje a 46ª edição do Festival de Cinema de Gramado
Ministro do STJ nega liminar para suspender condenação de Garotinho

MAIS NOTICIAS

 

Trabalhadores de todas as idades já podem sacar cotas do Pis/Pasep
 
 
Após explosão em Ipatinga, sindicato quer mais segurança
 
 
Jungmann: PF está à disposição para investigar caso Marielle
 
 
Decreto sobre relicitação de concessões deve sair nos próximos dias
 
 
Luiz Fux preside última sessão como ministro do TSE
 
 
Com registro de Amoêdo, já são seis candidatos oficializados no TSE

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212