Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Aug de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Corpo da estudante morta na Nicarágua chega nesta madrugada ao Recife - Jornal Brasil em Folhas
Corpo da estudante morta na Nicarágua chega nesta madrugada ao Recife


O funeral da pernambucana Raynéia Gabrielle Lima, de 30 anos, estudante de medicina assassinada com um tiro no peito no último dia 23 em Manágua, na Nicarágua, será realizado nesta sexta-feira (3), às 11h, no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, região metropolitana do Recife.

O corpo da estudante deve chegar à capital pernambucana ainda nesta madrugada. A chegada do voo que fará o traslado dos restos mortais de Raynéia está prevista para as 0h35 no Aeroporto Internacional de Guararapes, no Recife, informou a Secretaria de Justiça de Direitos Humanos (SJDH) de Pernambuco.

O secretário da pasta Pedro Eurico acompanhará a mãe e os familiares de Raynéia durante o recebimento do corpo. Também estarão presentes no local, representantes do Itamaraty. “A saída do corpo com destino ao Cemitério Morada da Paz, em Paulista, onde será velado e sepultado, se dará através do Terminal de Cargas do aeroporto”, diz a nota da secretaria.

Chamado para consultas pelo Itamaraty no dia seguinte à morte da estudante, o embaixador brasileiro na Nicarágua, Luís Cláudio Villafañe Gomes Santos veio a Brasília e informou pessoalmente à chefia da pasta sobre as circunstâncias da morte da estudante.

“A Embaixada do Brasil em Manágua segue acompanhando de perto o processo judicial pertinente”, disse, por meio de nota, o Ministério das Relações Exteriores (MRE).

A estudante brasileira Raynéia Gabrielle Lima foi morta na noite o último dia (23) com um tiro no peito que, segundo o reitor da Universidade Americana (UAM), Ernesto Medina, foi disparado por um “um grupo de paramilitares” no sul da capital Manágua.

Crise política

A Nicarágua vive uma crise sociopolítica com manifestações que se intensificaram desde abril contra o presidente Daniel Ortega que se mantém há 11 anos no poder em meio a acusações de abuso e corrupção. A repressão aos protestos populares já deixou entre 277 e 351 mortos, de acordo com organizações humanitárias locais e internacionais.

O assassinato da estudante brasileira ocorreu horas depois de um fórum no qual o reitor Medina disse que o crescimento econômico e a segurança na Nicarágua, antes da explosão dos protestos contra Ortega, em abril, “era parte de uma farsa” porque “nunca houve um plano que acabasse com a pobreza e a injustiça”.

Em entrevista a uma emissora de TV local, o reitor da UAM acrescentou que as forças paramilitares “sentem que têm carta branca, ninguém vai dizer nada a eles, ninguém vai fazer nada”. De acordo com Medina, os grupos paramilitares estão envolvidos em morte e sequestro.

O governo de Daniel Ortega foi acusado pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) e o Escritório do Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos (Acnudh) pelos assassinatos, maus tratos, possíveis atos de tortura e prisões arbitrárias ocorridas em território nicaraguense.
Recomendações

Desde o início da crise no país, o Ministério das Relações Exteriores orienta que brasileiros não viajem à Nicarágua. Se a viagem for inevitável, o Itamaraty sugere as seguintes recomendações:

- Evite participar e aproximar-se de manifestações;

- Evite deslocamentos desnecessários. Caso seja necessário fazer um deslocamento, esteja acompanhado ou passe por vias com policiamento;

- Manter em dia e válido o passaporte para uma eventual saída emergencial do país;

- Carregue sempre uma cópia do passaporte ou de um documento de identificação válido. Mantenha uma cópia também no correio eletrônico;

- Avise pessoas próximas (parentes e amigos) sobre a localização e meios de comunicação;

- Evite viajar para o interior do país e o deslocamento por estradas para fora da capital, que têm sido bloqueadas por criminosos armados.

Edição: Davi Oliveira

 

Últimas Notícias

PF deflagra ação contra tráfico de pessoas e trabalho escravo em SP
MME quer facilitar a importação de energia da Argentina e do Uruguai
Aumento de benefícios a produtor rural pode ser vetado, diz secretário
Justiça afasta presidente da Escola de Samba Acadêmicos do Salgueiro
Amoêdo defende 65 anos para aposentadoria e novas regras para o mínimo
Gabaritos do Encceja já estão disponíveis no site do Inep
Começou hoje a 46ª edição do Festival de Cinema de Gramado
Ministro do STJ nega liminar para suspender condenação de Garotinho

MAIS NOTICIAS

 

Trabalhadores de todas as idades já podem sacar cotas do Pis/Pasep
 
 
Após explosão em Ipatinga, sindicato quer mais segurança
 
 
Jungmann: PF está à disposição para investigar caso Marielle
 
 
Decreto sobre relicitação de concessões deve sair nos próximos dias
 
 
Luiz Fux preside última sessão como ministro do TSE
 
 
Com registro de Amoêdo, já são seis candidatos oficializados no TSE

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212