Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Maia diz que Câmara vai avançar no debate sobre fundos exclusivos - Jornal Brasil em Folhas
Maia diz que Câmara vai avançar no debate sobre fundos exclusivos


Ao chegar para a Convenção Nacional do Democratas, em um hotel de Brasília, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), informou que vai dar prioridade, na semana que vem, ao debate sobre o projeto de lei que muda a taxação dos fundos exclusivos.

O governo federal enviou ao Congresso Nacional, no início da semana, a proposta com alteração na cobrança de Imposto de Renda incidente sobre rendimentos de aplicações em fundos de investimento. No ano passado, o governo tentou alterar a tributação sobre fundos financeiros fechados, chamados de fundos exclusivos, com uma medida provisória, que perdeu a validade. Esses fundos, destinados a grandes clientes, são fechados e não têm livre adesão.

“Vamos começar a construir a partir de hoje a votação do projeto sobre a taxação dos fundos exclusivos, porque é uma demanda urgente do governo para aumentar a arrecadação. Vai mexer em renda fixa”, disse Maia.

Outro projeto citado por Maia como prioritário é o que aumenta a participação do capital estrangeiro na aviação civil. Segundo ele, é importante “para que empresas possam investir no setor aéreo brasileiro para reduzir o valor das passagens”.

Rodrigo Maia disse que vai conseguir quórum para votar os projetos. “Vamos trabalhar na semana que vem, no início da outra [a partir de 13 de agosto], e na primeira semana de setembro. Temos três semanas para votar. Temos alguns temas que podemos votar e outros que a gente vota a partir de outubro”, disse referindo-se às semanas de esforço concentrado antes das eleições de outubro.

Edição: Fernando Fraga

 

Últimas Notícias

Instituições financeiras reduzem previsão de déficit primário em 2018
Valor do seguro obrigatório cairá 63,3% em 2019
Eletrobras: suspensão de leilão se estende a Amazonas Energia
BNDES voltará a subscrever ações de empresas
Juros do cheque e empréstimo pessoal em 2018 foram menores que em 2017
São Paulo fecha ano com 9,9 milhões de empregos formais no comércio
Governo libera 100% de capital estrangeiro nas aéreas nacionais
BNDES fecha o ano com desembolsos de R$ 71 bilhões

MAIS NOTICIAS

 

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
 
 
Câmara aprova incentivos fiscais a Sudene, Sudam e Centro-Oeste
 
 
Governadores discutem hoje segurança pública; Moro deve participar
 
 
Doria diz a Moro que estados precisam de recursos para a segurança
 
 
João de Deus afirma estar à disposição da Justiça
 
 
CGU recupera R$ 7,23 bilhões para os cofres públicos este ano

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212