Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 "Goiás vai avançar mais com diálogo, participação e voltado para o futuro", afirma José Eliton - Jornal Brasil em Folhas
"Goiás vai avançar mais com diálogo, participação e voltado para o futuro", afirma José Eliton


Ao discursar como candidato a reeleição na convenção da base aliada, neste domingo, diante do Ginásio Goiânia Arena lotado, o governador José Eliton (PSDB) ressaltou os valores da união coalizão, garantiu as conquistas do Tempo Novo e disse que a hora é fazer uma campanha de propostas para que Goiás avance mais. O governador disse que "o diálogo, a conciliação, a parceria e o respeito são as premissas da liderança política.

“Vamos fazer com que Goiás prossiga se insirindo na nova política. Na política da oportunidade para todos, não a política dos coronéis, daqueles que acham que governar é mandar. Governar é ouvir, é ter sensibilidade, é decidir conforme o povo quer”, disse. “É saber que não se faz nada sozinho, é buscar construir uma agenda que seja a síntese do pensamento de todos”, disse.

O governador observou que o País e o Estado passam por um momento importante. “O Brasil precisa virar a página do pessimismo, olhar bons exemplos, ter um norte para seguir, e Goiás se propõe a ser a bússola do Brasil, a partir de todo o conjunto de obras e serviços construídos pelo Tempo Novo, mostrando que é possível fazer uma grande política neste país”, disse.“Que nós possamos em cada canto deste estado levar uma mensagem de fé, contra aqueles que pregam a desesperança, o caos. Mostrar que é possível avançar, mesmo diante de tantas conquistas e estabelecer parâmetros que garantam a melhoria de vida das pessoas”.

Ao falar de suas origens, José Eliton ressaltou que sua história pessoal é a igual a de muitos goianos que lutam contra dificuldades na vida cotidiana e disse se sentir representantes dos “goianos simples, de família simples”, ao representar a esperança e o sonho deles de oportunidades. “E é isso que me move ser governador do Estado de Goiás e buscar a reeleição”, justificou. José Eliton disse que, apesar dos avanços, sabe que ainda há desafios. “Vamos avançar mais em áreas importantes”, garantiu. O governador se emocionou ao saudar sua família presente no evento.

O tucano prometeu que todas as ações de governo, nas mais diversas áreas, tem foco nas pessoas. “É a isso que me proponho: construir um Estado que olhe o ser humano como indivíduo e que dê a ele o direito de sonhar, disse. Se dirigindo a Marconi Perillo, disse que o legado do ex-governador terá continuidade na sua administração. “Programas que deram direito a 200 mil jovens fazer faculdade com o Bolsa Universitária”, disse, citando também o Renda Cidadã, o Cheque Reforma, dentre outros, como “importantíssimos para o hoje e para o amanhã do estado”.

O governador disse que precisa de uma base sólida. “Só fizemos tudo o que fizemos, tanto o ex-governador Marconi, quanto eu, porque nós temos aqueles deputados ali”, disse, sobre os parlamentares estaduais e federais, presentes em grande número no evento. O governador também citou a grande força de prefeitos de todas as regiões e partidos que o apoiam.

Coligação
O governador José Eliton agradeceu à parceria do ex-governador Marconi Perillo e da senadora Lúcia Vânia, lançados pela base aliada para o Senado, e afirmou que eles serão o braço forte de Goiás no Congresso Nacional e no Governo da União, como resultado de sua "experiência qualificada" na administração e no parlamento.

“Temos no Senado a força e a determinação, a garra, de uma mulher que venceu obstáculos durante toda a sua vida. Toda vez que o Brasil e Goiás precisa dela ela está a postos”, disse, e criticou “senadores da República que não olham para os interesses do Estado”, disse José Eliton sobre a senadora Lúcia Vânia, agora candidata à reeleição.

Sobre Marconi Perillo, confirmado candidato ao Senado, o governador disse que "o Brasil precisa de um líder forte, intelectual, consciente do seu papel, um líder que apontou ao Brasil o caminho de políticas públicas transformadoras, que inovou. Um homem que tem tudo para marcar história mais uma vez no Senado". "Eu vou precisar muito, Goiás vai precisar muito do meu querido amigo Marconi Perillo”, disse.

Ao citar as prioridades do futuro governo, incluindo a Educação entre elas, citou a candidata a vice, a ex-secretária de Educação, Raquel Teixeira. “Basta dizer que a vice-governadora é a mulher da Educação. Foi escolhida para estabelecer esta linha como marco divisor deste estado”, disse, se referindo a professora.

 

Últimas Notícias

Instituições financeiras reduzem previsão de déficit primário em 2018
Valor do seguro obrigatório cairá 63,3% em 2019
Eletrobras: suspensão de leilão se estende a Amazonas Energia
BNDES voltará a subscrever ações de empresas
Juros do cheque e empréstimo pessoal em 2018 foram menores que em 2017
São Paulo fecha ano com 9,9 milhões de empregos formais no comércio
Governo libera 100% de capital estrangeiro nas aéreas nacionais
BNDES fecha o ano com desembolsos de R$ 71 bilhões

MAIS NOTICIAS

 

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
 
 
Câmara aprova incentivos fiscais a Sudene, Sudam e Centro-Oeste
 
 
Governadores discutem hoje segurança pública; Moro deve participar
 
 
Doria diz a Moro que estados precisam de recursos para a segurança
 
 
João de Deus afirma estar à disposição da Justiça
 
 
CGU recupera R$ 7,23 bilhões para os cofres públicos este ano

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212