Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Ministro festeja decisão que manteve reajuste do orçamento da educação - Jornal Brasil em Folhas
Ministro festeja decisão que manteve reajuste do orçamento da educação


O ministro da Educação, Rossieli Soares, comemorou a sanção da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) pelo presidente Michel Temer que manteve a emenda que garante correção dos recursos orçamentários do setor. O ministro falou da decisão hoje (14) à noite, na abertura, no Recife, do 7º Fórum Nacional Extraordinário da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

Soares afirmou que a sanção do Artigo 22 da LDO, que seria vetado pelo governo, garante que os recursos da educação não podem ser menores que o ano anterior e devem ser reajustados de acordo com a inflação do período.

“Esse artigo fala de não ter cortes na educação e ainda ter o reajuste da inflação. É muito importante, porque dá uma tranquilidade, um olhar diferente para a próxima gestão para avançar em temas importantes para a educação. Ele demonstra uma prioridade do país para a educação”, disse o ministro.

Durante audiência pública hoje (14) na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Esteves Colnago, disse que educação “sempre foi prioridade” para o governo e que o orçamento do setor “vai crescer em 2019, sem sombra de dúvida”.

Para o ministro da Educação, o próximo passo é concentrar esforços para manter e melhorar as previsões orçamentárias do setor no Projeto de Lei Orçamentária Anual a ser entregue no Congresso até o final de agosto. “Ainda tem uma discussão importante a ser feita com todos os atores, o Ministério do Planejamento e o governo como um todo. Os desafios não acabam, a gente está muito distante do ponto ideal e precisa dar alguns passos firmes nos próximos anos. Ter um olhar melhor para 2019, para a educação, é um passo para que o novo governo possa começar da melhor maneira”, afirmou o ministro.
Teto de gastos

Andressa Pellanda, coordenadora de Políticas Educacionais da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, lembra que, embora a medida evite cortes, o orçamento da pasta ainda está submetido ao teto de gastos colocado pela Emenda 95.

“O teto de gastos para a educação continua posto. Então, não existe avançar para além do teto de gastos para a educação. Esses cortes que estavam sendo previstos na Capes [Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior] e em outros programas serão evitados, mas não há algo de novo em aumentar recursos, ele só não vai cortar mais do que já está sendo cortado”.

Na semana passada, o ministro da Educação disse que os recursos para as bolsas de estudos de pós-graduação da Capes serão mantidos em 2019. O anúncio do governo pôs fim à polêmica inaugurada por carta do Conselho Superior da Capes alertando para ameaça de cortes que poderia suspender o pagamento de bolsas a partir de agosto do próximo ano.

Segundo o Ministério do Planejamento, o gasto da União na educação passou de R$ 44,1 bilhões em 2010 para R$ 97,8 bilhões em 2017. Para este ano, a previsão é de R$ 103,5 bilhões.

* Repórter viajou a convite dos organizadores do evento.

Edição: Davi Oliveira

 

Últimas Notícias

Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica
Inadimplência do consumidor subiu 3,63% em agosto

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212